Vol-au-vent do Mar

IMG_7231tbvwm

Os Vol-au-vent são sempre uma óptima escolha para uma entrada que se quer simples mas especial, ou não fosse a massa folhada uma estrela à mesa.

Os Vol-au-vent do Mar têm impacto, são requintados e causam sempre sensação!

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. o impacto visual
  2. a massa folhada que está na base de tudo
  3. o sabor a marisco

 

Ingredientes:

  • 6 Vol-au-vent (com aprox.8cm de diâmetro)

Recheio

  • 1,2 lt de água
  • 350g de pão saloio
  • 6 camarões cozidos
  • 100g de delícias do mar
  • 200g de mexilhão
  • 6 dentes de alho
  • 2 cubos de caldo de marisco (ou um pacote de sopa de marisco)
  • 1 c. (café) de pimentão doce em pó
  • 24 pés de coentros
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta preta q.b.
  • piripiri opcional

 nota: os Vol-au-vent podem ser feitos em casa, ou para facilitar podem comprar já feitos em alguns supermercados ou mandar fazer numa pastelaria

IMG_7229tbvwm

Modo de Preparação:

Recheio

Pique os mexilhões grosseiramente, corte as delícias às rodelas e reserve. Coloque de lado 6 rodelas de delícias.

Descasque os camarões cozidos mas deixe a pontinha do rabo com casca. Reserve.

Retire 1,2 lt de água quente do esquentador e adicione os 2 cubos de caldo de marisco (ou um pacote de sopa de marisco), mexa bem para dissolver totalmente os cubos. Reserve.

Num tacho coloque azeite a cobrir o fundo e deixar aquecer bem, adicione os alhos previamente descascados e cortados ao meio e deixos alourar.

De seguida junte o pão cortado em tiras fininhas e deixe cozinhar para o pão absorver o azeito e o sabor do alho. Quando o azeite tiver sido totalmente absorvido pelo pão e este estiver bem tostadinho adicione metade do caldo de marisco que preparou e aguarde até o pão absorver o caldo.

nota: cuidado ao deitar o caldo pois o tacho está muito quente e pode espirrar.

Quando o pão tiver absorvido os 600 ml de caldo junte o pimentão e está na altura de começar a juntar o restante caldo, aos poucos, até obter uma consistência cremosa sem estar papa. Tenha em atenção que dependendo do pão pode ou não ser necessário juntar todo o restante caldo.

Rectifique o tempero, se necessário junte sal mas tenha em atenção que o caldo já é salgado. Adicione pimenta ou piripiri a gosto.

Quando tiver obtido um creme suave junte os mexilhões e as delícias que reservou, envolva bem no creme e espere mais ou menos 7 minutos para cozinhar. Depois desligue o lume e adicione os coentros picados e envolva bem.

IMG_7232tbvwm

Preparar os Vol-au-vent

Disponha os Vol-au-vent num tabuleiro e encha cada um deles com o recheio até ao nível da borda.

Leve ao forno, pré-aquecido a 160ºC, durante 15 minutos. Depois retire-os para uma tábua (ou travessa) e decore com uma rodela de delícias, um camarão e uma folhinha de coentros.

Sirva de imediato!

IMG_7236tbvwm

TBVstrip

Anúncios

Bruschetta de Queijo de Ovelha com Cebola Roxa

IMG_7183tbvwm

A Bruschetta  é um aperitivo de origem italiana (antipasto, que significa “antes da refeição”) feito à base de pão tostado esfregado com alho e regado com azeite.

Existem muitas variantes com azeitonas, com anchovas, com cogumelos, com figos, com diferentes tipos de queijo, com diferentes enchidos…enfim depois da base de pão tostado com alho e azeite o resto é só deixar a imaginação fluir.

Quando existem visitas de última hora preparar uma Bruschetta é sempre uma solução fácil e rápida para se conseguir uma entrada fantástica.

A Bruschetta de Queijo de Ovelha com Cebola Roxa é um bom exemplo de uma Bruschetta feita em poucos minutos com aquilo que havia em casa!

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. fácil e rápido de executar
  2. um aspecto apelativo

 

Ingredientes: 

  • 1 baguette
  • 1 queijo de ovelha pequeno
  • 1 cebola roxa
  • 1 c. sopa açúcar amarelo
  • 2 c. sopa de vinagre balsâmico
  • 10 folhas de alecrim
  • 1 dente de alho grande
  • azeite q.b.

nota: nós utilizámos um queijo de ovelha curado amanteigado de Seia (Queijos Fraga)

IMG_7179tbvwm

Modo de Preparação: 

Corte a baguette em rodelas com aproximadamente 4 cm de espessura, coloque-as num tabuleiro e leve ao forno para aquecerem sem torrar.

De seguida descasque a cebola e corte-a em meias luas. Numa frigideira coloque um fio de azeite, adicione a cebola e deixe cozinhar até esta estar totalmente quebrada. Depois junte o açúcar e o vinagre e espere até que este evapore. Desligue o lume e reserve.

Disponha as fatias de baguette numa tábua (ou travessa), esfregue-as com o dente de alho cortado ao meio, borrife-as com azeite e salpique com o alecrim.

Depois coloque uma colher de chá de queijo e leve ao forno 2 minutos só para o queijo derreter ligeiramente. Para terminar disponha sobre o queijo a cebola roxa.

nota: nós utilizámos um queimador a gás de cozinha para derreter o queijo. Este Utensílio também é conhecido por queimador de leite-creme ou maçarico para leite-creme, pode encontrá-lo nos supermercados, em lojas de electrodomésticos e em lojas online. O preço varia bastante.

IMG_7177tbvwm

TBVstrip

 

 

 

Tripas Enfarinhadas

IMG_7470tbvwm

As Tripas Enfarinhadas muito populares no norte do país, principalmente no Minho e Douro Litoral, são um dos muitos petiscos da nossa gastronomia tradicional.

Feitas com as tripas de porco, (depois de devidamente preparadas) são recheadas com farinha de milho temperada com cominhos e pimenta, depois cozidas e então cortadas em pedaços para serem fritas

Inicialmente eram feitas em casa na altura das matanças do porco. Hoje que esse hábito caiu em desuso podemos encontrá-las em alguns talhos por toda a região norte já prontas para fritar. Nos outros pontos do país apenas alguns supermercados as têm.

Na verdade nós não queremos confeccionar Tripas Enfarinhadas, apenas queremos encontrá-las já prontas para as podermos utilizar nos Rojões à Moda do Minho que não são os mesmos sem sem elas, ou para as poder servir como entrada ou simplesmente como petisco para deliciar os amigos que gostam destas coisas!

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. crocantes
  2. o sabor dos cominhos
  3. indispensáveis nos Rojões à Moda do Minho

 

Ingredientes:

  • 2 embalagens de tripas (640g aprox.)
  • 1 c. (café) de cominhos moídos
  • pimenta branca q.b.
  • sal q.b.

nota: no norte do país podem encontrar as tripas enfarinhadas em vários talhos, nós só conseguimos arranjar no Continente mas parece que o Pingo Doce também tem.

IMG_7478tbvwm

Modo de Preparação:

Abra as embalagens e escolha as tripas que estão bem recheadas rejeitando algumas pontas demasiado pequenas e sem recheio.

Seque-as bem com papel de cozinha para eliminar toda a humidade que vem na embalagem.

De seguida coloque uma frigideira ao lume com óleo abundante e deixe aquecer bem. Quando o óleo estiver bem quente frite as tripas até estas estarem bem douradas.

nota: não frite muitas de uma vez para não arrefecer o óleo evitando assim que fiquem encharcadas no mesmo.

Depois de fritas coloque as tripas em papel absorvente e enquanto estão bem quentes tempere-as com os cominhos, pimenta e sal. Envolva bem, agitando o papel de um lado para o outro. Para terminar coloque numa travessa e sirva!

IMG_7475tbvwm

TBVstrip

Muslitos do Mar Caseiros

IMG_7733tbvwm

Os Muslitos do Mar são feitos exactamente a partir do mesmo preparado que as delícias do mar, apenas apresentam outro formato, estão panados e prontos a fritar, mas todos os adoram.

Nós também gostamos, e eles são uma boa solução para um petisco, um lanche, uma entrada ou mesmo uma refeição ligeira.

Sempre tivemos o hábito de ter uma caixa ou duas para uma situação de “emergência” em que queremos fazer uma entrada rápida para o almoço ou nos apetece fazer um petisco para o lanche. Como em tudo, na vida, às vezes as coisas não correm como se espera e quando fazem falta os Muslitos do Mar nem sempre estão disponíveis.

Pensando bem chegámos à terrível conclusão que temos sempre em casa delícias do mar, mas nem sempre tínhamos Muslitos. Hoje em dia com os Muslitos do Mar Caseiros essa situação está completamente ultrapassada.

Podemos ter uns Muslitos na hora sem dramas e sem preocupações, muito rápidos e fáceis de fazer eles estão na mesa em poucos minutos para qualquer ocasião surpresa ou apetite de última hora…

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. rápidos e fáceis de fazer
  2. muito versáteis

 

IMG_7729tbvwm

Ingredientes: 

  • 20 palitos de delícias do mar
  • 1 ovo
  • 40ml de leite
  • 2 c. (sopa) de azeite
  • farinha q.b.
  • pão ralado q.b.
  • óleo q.b.

 

Modo de Preparação: 

Coloque o ovo numa taça e adicione-lhe o leite e o azeite, bata muito bem com um garfo para misturar os ingredientes.

Depois comece por passar os palitos por farinha, de seguida passe pelo ovo,  por pão ralado, novamente por ovo e para terminar por pão ralado outra vez.

nota: se quiser que fiquem com o pauzinho dos muslitos compre palitos de cocktail e insira no centro da delícia do mar antes de começar a panar.

IMG_7722tbvwm

Coloque numa frigideira óleo abundante e frite os palitos até ficarem dourados. Retire e coloque num papel absorvente para escorrer.

Para terminar disponha numa travessa e sirva acompanhado por uma salada.

IMG_7731tbvwm

 

nota: para uma entrada mais gourmet sirva simples com maionese e ketchup.

IMG_7742tbvwm

TBVstrip

 

 

 

 

 

Salada de Rúcula com Figos

IMG_7927tbvwm

Os figos andam por aí desde o princípio dos tempos, a figueira foi a primeira árvore descrita na Bíblia.

Originários da região do Mediterrâneo existem referências ao facto de serem conhecidos e utilizados desde a idade da pedra.

Nós cá por casa temos memória de gostar deles desde que nos conhecemos como gente e esperamos ansiosamente pelo tempo em que aparecem nas árvores.

Viver no Algarve, onde as figueiras crescem por todo o lado tem as suas vantagens. Ter amigos que têm amigos que têm figos é formidável e ter amigos que os têm no quintal é ainda melhor!

Os figos são por isso frequentes cá em casa e a Salada de Rúcula com Figos, uma das nossas favoritas, torna-se assídua o que deixa uma felicidade inebriante no ar…

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. a mistura esfuziante de sabores
  2. a harmonia dada pelos figos
  3. o creme de vinagre balsâmico

 

Ingredientes: 

  • 100g de rúcula selvagem (1 embalagem)
  • 8 figos pequenos
  • 3 fatias de presunto
  • 110g de queijo curado
  • 12 azeitonas
  • sal q.b.
  • azeite q.b.
  • creme de vinagre balsâmico q.b.

nota: podem encontrar o Creme de Vinagre Balsâmico nos supermercados junto aos vinagres. A Paladin tem e também existe um da Monari Federzoni.

IMG_7928tbvwm

Modo de Preparação: 

Numa travessa disponha a rúcula a cobrir o fundo. De seguida lave bem os figos e corte-os em quatro e espalhe-os sobre a rúcula.

Corte o queijo e as fatias de presunto em tiras e vá intercalando com os figos. Para terminar coloque as azeitonas.

Tempere com sal a gosto (nós utilizámos sal líquido), um fio de azeite e termine traçando a travessa de um lado ao outro com fios leves de creme de vinagre balsâmico.

Sirva esta fantástica salada como entrada!

IMG_7935tbvwm

 

TBVstrip

Biscoitos Salgados de Ervas e Alho

IMG_7520tbvwm

O normal quando recebemos amigos é começarmos por beber um aperitivo ou um cocktail enquanto falamos da vida alheia e claro da nossa, descontraindo antes das refeições.

E sim uma bebida cá em casa chega acompanhada de alguma coisa para trincar!

Procuramos coisas simples, para não tirar o apetite para o que chega depois, mas já estamos um pouco cansados, diria mesmo entediados dos cajus, amendoins, amêndoas e das misturas de frutos secos sejam elas exóticas, tropicais ou outras.

As  batatas fritas simples ou com sabores já são um não assunto e os mini brezel e os palitos ou bolachinhas salgadas não trazem nada de novo a não ser demasiado sal e gordura, coisas que não queremos na nossa alimentação.

Fáceis e rápidos de fazer, os Biscoitos Salgados de Ervas e Alho vieram salvar a nossa vida e tornaram-se, cá em casa, os melhores amigos dos aperitivos e cocktails!!

 

RECEITA

 

 base logo destaque1

  1. simples e rápidos de executar
  2. desfazem-se na boca

 

Ingredientes: 

  •  200g de farinha
  • 1 c. (chá) de fermento
  • 1 c. (chá) de sal fino
  • 4 c. (sopa) de ervas aromáticas
  • 2 c. (sopa) de cebola em pó
  • 2 c. (sopa) de alho em pó
  • 75g de manteiga
  • 100ml de leite
  • papel vegetal q.b.

nota: nós geralmente utilizamos uma mistura de ervas aromáticas para saladas da marca Kania do Lidl, mas também já usámos a mistura de ervas para saladas da Margão.

IMG_7521tbvwm

Modo de Preparação: 

Forre um tabuleiro com papel vegetal (com uma película antiaderente para forno ou com um tapete de silicone).

Numa tigela misture a farinha, o fermento, o sal, as ervas, a cebola e o alho em pó.

À parte misture o leite com a manteiga derretida e adicione, em fio, ao preparado anterior envolvendo com uma colher de pau até obter uma massa totalmente uniforme que se despega das paredes da tigela.

Com as mãos, faça bolinhas de massa pequenas (aproximadamente do tamanho de cerejas), disponha-as no tabuleiro e leve ao forno, previamente aquecido a 180ºC, durante 18 minutos ou até verificar que ficam dourados.

Retire do forno e deixe arrefecer, depois sirva para acompanhar um aperitivo ou um cocktail, vai ser sucesso garantido!!

IMG_7525tbvwm

TBVstrip

 

Mexilhões com Molho de Lima

IMG_7462tbvwm

Os mexilhões são um petisco a considerar para usar e abusar nas mais diversas situações e principalmente nos tempos de calor em que as coisas frescas apetecem.

E é justamente nos tempos de verão que mais recebemos cá em casa, por isso gostamos sempre de ter alternativas rápidas, fáceis e frescas para preparar uma refeição ou um petisco quando alguém aparece por estes lados trazido pelo desejo de desfrutar do calor do sol, do mar e com vontade de partilhar momentos lúdicos à volta da mesa!

Os Mexilhões com Molho de Lima proporcionam uma entrada agradável ou um belo petisco de fim de tarde e fazem-se num abrir e fechar de olhos.

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. fácil e rápido
  2. fresco e saboroso
  3. o molho cremoso e levemente acidulado

 

Ingredientes: 

  • 12 mexilhões
  • 3 folhas de louro
  • 2 c. (sopa) de iogurte grego
  • 1 lima
  • 1 c. (sopa) de azeite
  • 1 c. (café) de alho em pó
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.
  • 4 pés de salsa

nota: existem várias opções de mexilhão ultracongelado no mercado. O Jumbo tem os Auchan MMM! em concha da Nova Zelândia, 500g custam 5,89€ e também tem os da Gelpeixe em meia concha da Nova Zelândia, 250g custam 4,98€.

IMG_7463tbvwm

Modo de Preparação: 

Num tacho ou numa frigideira coloque um dedo de altura de água com o louro e espere até começar a ferver, nessa altura ponha dentro da frigideira os mexilhões voltados para cima e todos separados sem ficarem uns por cima dos outros (mexilhões ultracongelados em meia concha) depois da água voltar a ferver conte 3 a 4 minutos. e desligue o lume pois estão prontos.

nota: se forem mexilhões em concha inteira coloque-os no recipiente sem preocupações com o posicionamento e depois faça tudo do mesmo modo. Quando os retirar da água vão estar abertos e então terá que remover uma parte da casca e manter a que tem o mexilhão agarrado seguindo daí para a frente os mesmos passos.

Depois retire-os da água com uma escumadeira e coloque-os numa travessa. Com uma faca descole cuidadosamente os mexilhões da casca e deixe-os arrefecer.

Enquanto espera prepare o molho, para isso coloque numa tigela o iogurte grego, a raspa da lima, o sumo de metade da lima, o azeite, o alho em pó, o sal e a pimenta. Mexa muito bem com uma colher para que o molho fique homogéneo.

Para terminar, disponha os mexilhões numa travessa, coloque uma colher de chá bem cheia de molho em cada um e polvilhe com a salsa finamente picada.

Sirva de imediato ou guarde no frigorífico até ao momento de servir.

IMG_7469tbvwm

 

TBVstrip