Nutrição – O Ananás

IMG_9895tbvwm

IMG_9897tbvwm

O Ananás é um fruto que apresenta na sua constituição uma elevada percentagem de água e um baixo valor energético.

É bastante rico em vitaminas, tais como a vitamina C e minerais, como o potássio e o magnésio. E apresenta um teor moderado de fibra.

Ananás

Destacam-se alguns benefícios do consumo de ananás para a saúde:

  • Favorece o processo digestivo e actua como anti-inflamatório devido à presença de uma enzima proteolítica, a bromelaína.
  • Auxilio na regulação do transito intestinal, devido à presença de fibras.
  • Acção protectora contra o desenvolvimento de doenças crónicas, como as doenças cardiovasculares e o cancro, pois é rico em substâncias antioxidantes, como a vitamina C.

 

Atenção:

Como pode ver através da tabela de informação nutricional é essencial percebermos que tipo alimentos estamos a consumir. Ou seja, ao comparar o ananás natural com o ananás em conserva, este ultimo apresenta um valor energético mais elevado, devido à presença de açúcares na calda. Desta forma, deve preferir consumir este fruto ao natural, tirando um maior partido das suas características nutricionais.

 

Dicas

Supermercado:

  • No supermercado, deve optar por escolher os frutos com aroma mais intenso, sem manchas negras ou sinais de grande maturação.

Casa:

  • Em casa, o ananás pode ser conservado à temperatura ambiente durante um período máximo de 2 dias; Após este tempo deve conserva-lo no frigorífico.

cátia

Por Cátia Carvalho da Silva

Nutricionista

strip nutrição Final

Anúncios

Nutrição – A Soja

IMG_4466tbvwmA Soja é uma leguminosa que apresenta um elevado teor nutricional. É   um grão muito rico em proteína, sendo considerada uma boa fonte de proteína vegetal completa, uma vez que apresenta quantidades significativas da maioria dos aminoácidos essenciais. Possui ainda um bom aporte de minerais, como o magnésio, cálcio, potássio e ferro e de Vitaminas do complexo B.

Capturar

Destacam-se  alguns  benefícios do consumo de soja para a saúde:

  • Efeito positivo na saúde óssea, devido à presença de cálcio
  • A presença de isoflavonas ajuda a reduzir os sintomas da menopausa
  • Importante na redução do risco de doenças cardíacas e coronárias
  • Aumento da sensação de saciedade
  • Auxilio na regulação do transito intestinal, devido à presença de fibras

 

No supermercado:

  • Podemos encontrar a soja de diferentes formas, como por exemplo em farinha, em grão, desidratada, óleo de soja, molho de soja, etc.

cátia

Por Cátia Carvalho da Silva

Nutricionistastrip nutrição Final

Nutrição – Os Figos

O Figo é o fruto da figueira (Ficus carica), uma árvore da família Moraceae. Originário da região do Mediterrânico,  o figo é uma das frutas mais consumidas desde a Antiguidade, encontrando-se disponível nas alturas mais quentes e secas do ano.

É um fruto de formato periforme e com uma coloração que varia do amarelo ao roxo. O seu interior é carnudo, suculento e muito saboroso, onde se encontram as suas sementes.

Devido à sua riqueza nutricional, o figo é considerado um fruto bastante energético e que apresenta elevados teores de fibra e minerais, apresentando assim efeitos benéficos para a  saúde.

Na cozinha, o figo pode ser utilizado em pratos de entradas, saladas e sobremesas.

Curiosidade: A figueira encontra-se descrita na Bíblia, como a árvore que forneceu as folhas que Adão usou para esconder a sua nudez ao ser expulso do Éden.

IMG_8423tbvwmO Figo é um fruto altamente energético, devido ao elevado teor de açúcares na sua composição. Apresenta um elevado teor de fibras e minerais, destacando-se o potássio, o cálcio e o magnésio.

Este fruto pode ser encontrado na versão fresca e na versão seca, havendo uma principal diferença nos teores de água e hidratos de carbono, pode ser verificado na tabela de composição nutricional.Capturar

Destacam-se alguns benefícios do consumo de figo para a saúde:

  • Auxilio na regulação do transito intestinal, devido à presença de fibras.
  • Regula valores de pressão arterial, devido à presença de potássio.
  • Acção antioxidante.

Atenção:

  • Indivíduos com excesso de peso ou obesidade devem consumir moderadamente este fruto, devido ao seu elevado teor calórico.
  • Indivíduos que sofram de doença renal crónica devem também consumir com moderação o figo, uma vez que este apresenta um elevado teor em potássio.

 

Dicas

Supermercado:

  • No supermercado, deve optar por escolher os frutos que se encontrem macios, mas não muito moles e com a pele intacta. Visto serem alimentos perecíveis, sugerimos não adquirir muitos de uma só vez, pois o risco de deterioração é maior.

Casa:

  • Em casa, o ideal é conservar este fruto no frigorifico.

cátia

Por Cátia Carvalho da Silva

Nutricionistastrip nutrição Final

Nutrição – A Amêndoa

IMG_8268tbvwm

A Amêndoa cujo nome científico é Amygdalus comunis, pertencente à família das Rosaceas, é o fruto da amendoeira, uma árvore que dá flores perfumadas, cor de rosa e brancas. Originárias do Médio Oriente, pensa-se que mais tarde terão sido disseminadas para o resto do mundo.

Podemos encontrar dois tipos de amêndoas:

  • Doces, que são cultivadas pelo seu sabor e são utilizadas na alimentação;
  • Amargas, que são improprias para consumo, pois apresentam na sua composição uma substância tóxica, o ácido cianídrico, sendo utilizado na industria de aromatizantes.

A Amêndoa pertence ao grupos das oleaginosas, que representam uma excelente fonte de gorduras insaturadas, proteínas, vitaminas, minerais e antioxidantes que representam inúmeros benefícios para a saúde.

Conforme as recomendações da Roda dos Alimentos indicam, deve-se consumir 1 porção diárias de oleaginosas, sendo que 1 porção representa 30g de frutos secos.

IMG_8270tbvwm

A Amêndoa é um alimento que apresenta um elevado teor nutricional, pois é rica em proteínas, gordura, maioritariamente do tipo insaturada e fibras. É igualmente rica em vitaminas, como a E e B1 e minerais, como o potássio, fósforo, zinco e magnésio.

Capturar

 Destacam-se alguns benefícios do consumo de amêndoas para a saúde:

  • Efeito positivo no controlo dos níveis de colesterol e triglicerídeos
  • Controlo da glicemia
  • Regulação da pressão arterial
  • Aumento saciedade
  • Auxilio na regulação do transito intestinal

 

Dicas

Supermercado/ Casa:

  • Pode encontrar as amêndoas de variadas formas: amêndoas com pele ou peladas; amêndoa inteira ou miolo de amêndoa; amêndoa torrada; farinha de amêndoa; bebida de amêndoa e creme de amêndoa para barrar.
  • No supermercado, deve ter atenção e preferir as amêndoas que se encontram intactas, limpas, isentas de manchas e livres de odores estranhos.
  • Em casa, as amêndoas devem ser guardadas num recipiente fechado, num local seco e sem a presença de luz, de forma a garantir que as suas características organolépticas sem mantenham inalteradas.

 

cátia

Por Cátia Carvalho da Silva

Nutricionista

strip nutrição Final

Nutrição – As Favas

IMG_8457tbvwm

A Fava cujo nome científico é Vicia faba L., pertencente à família das Fabaceae (como os feijões e as ervilhas), e pensa-se que seja originária da época egípcia.

Sabe-se que em Portugal a região do Algarve é a principal zona de cultivo e é característico dos meses abril e maio.

A Fava pertence ao grupo alimentar das leguminosas. Estas podem ser divididas em:

  • Leguminosas Grãos, que resultam da cultura de grãos secos, como o feijão, ervilha, fava, grão-de-bico, lentilha, tremoço, feijoca e chícharo;
  • Leguminosas Oleaginosas, que contêm na sua composição uma maior quantidade de gordura, como a soja e o amendoim.

As leguminosas, representam uma excelente fonte de proteínas, hidratos de carbono complexos, vitaminas, minerais e antioxidantes que representam inúmeros benefícios para a saúde.

Conforme as recomendações da Roda dos Alimentos indicam, deve-se consumir 1 a 2 porções diárias de leguminosas, sendo que 1 porção representa 3 colheres de sopa de favas frescas cruas (80g).

Podemos utilizar as favas em variadíssimas confecções culinárias, como entradas, sopas, saladas e pratos principais.

IMG_8459tbvwm

As Favas apresentam um elevado teor nutricional, pois contém na sua composição proteínas, hidratos de carbono complexos e um baixo teor em gordura. Tem um bom aporte de minerais, como o magnésio, fósforo e ferro e de Vitaminas do complexo B.

As Favas

Destacam-se alguns benefícios do consumo de favas para a saúde:

  • Efeito positivo no controlo dos níveis de colesterol e triglicerídeos
  • Aumento da saciedade
  • Auxilio na regulação do transito intestinal,

 

Dicas:

Supermercado/ Casa:

  • No supermercado, pode optar por escolher adquirir as favas frescas, secas ou congeladas. No caso de serem frescas, prefira as favas que apresentem as vagens mais grossas, de cor brilhante e sem sinais de deterioração. No caso de optar por favas congeladas, é importante manter a cadeia de frio entre o tempo de compra e a colocação no congelador.
  • As favas frescas devem ser conservadas no frigorífico ou no congelador em recipientes próprios.
  • É recomendado que as favas estejam bem cozinhadas para facilitar a sua digestão.

 

Curiosidades:

  • Por serem ricas em proteína, as favas são bastante utilizadas na cozinha vegetariana. No entanto, é importante referir que a proteína que a constitui é de baixo valor biológico, visto não conter todos os aminoácidos essenciais. Assim devemos combinar as leguminosas com cereais ou outros tipos de leguminosas, de forma a obtermos os aminoácidos em falta.
  • Apesar das leguminosas serem ricas em fibra, o que pode favorecer na regulação do transito intestinal, sabe-se que estas apresentam na sua constituição dois compostos, rafinose e estaquiose, que ao não serem absorvidos pelo organismo, ficam disponíveis para a fermentação por parte das bactérias intestinais, levando à formação de flatulência, gerando desconforto intestinal. Uma forma de reduzir o possível desconforto intestinal, poderá ser fazer a demolha das leguminosas, e trocar várias vezes a água durante a mesma.

 

cátia

Por Cátia Carvalho da Silva

Nutricionista

strip nutrição Final

Nutrição – O Melão

IMG_8066tbvwm

IMG_8071tbvwm

O Melão apresenta um baixo teor calórico, bem como um baixo teor de proteínas, hidratos de carbono e lípidos. Têm um elevado conteúdo de água e fibras que ajudam no controlo do apetite. É bastante rico em vitaminas A, C e E, e ainda uma excelente fonte de potássio.

Capturar1

Destacam-se alguns benefícios do consumo de melão para a saúde:

  • Diurético.
  • Excelente fonte de zeaxantina – um antioxidante – importante na protecção ocular, ajudando a prevenir problemas na visão, como cataratas e degeneração macular.
  • Regulação da Pressão Arterial e saúde cardiovascular, através da presença de minerais como o potássio.
  • Ajuda no processo digestivo, devido à presença de fibras e água. Ambos actuam na prevenção de obstipação e promovem a regulação do trânsito intestinal.

 

Dicas

Supermercado/ Casa:

No supermercado, observe se o melão é simétrico e se não possui marcas ou cortes. Verifique a cor da casca, esta deve ter uma coloração forte.

  • Pegue em alguns melões e compare o peso. Escolha o que lhe pareça mais pesado para o tamanho.
  • Deve ainda bater levemente com a palma da mão sobre o melão. Se o som for oco, significa que está maduro.
  • Por ultimo, cheire o melão, o aroma deve ser suave e agradável.

  • Em casa, deve conservar o melão num local fresco, de forma a preservar as suas características organolépticas.

cátia

Por Cátia Carvalho da Silva

Nutricionista

strip nutrição Final

 

Nutrição – A Melancia

IMG_7586tbvwm

A Melancia apresenta um baixo teor calórico, bem como um baixo teor de proteínas, hidratos de carbono e lípidos. Têm um elevado conteúdo de água e é bastante rica em vitaminas A e C, e ainda uma excelente fonte de potássio e magnésio.

Melancia

Destacam-se alguns benefícios do consumo de melancia para a saúde:

  • Diurético.
  • Excelente fonte de licopeno – um antioxidante – importante na proteção celular, ajudando a prevenir doenças cardiovasculares e outras doenças degenerativas como o cancro.
  • Regulação da Pressão Arterial e saúde cardiovascular, através da presença de minerais como o potássio.

 

Dicas:

  • No supermercado, observe se a melancia é simétrica e se não possui marcas ou cortes.
  • A parte inferior da melancia deve ter um ponto amarelo, zona que teve em contacto com o solo, que muda de branco para amarelo, quando o fruto atinge a sua maturidade. Quanto mais escuro o amarelo, mais madura estará a fruta.

 

cátia

Por Cátia Carvalho da Silva

Nutricionista

strip nutrição Final