Empadão de Peixe com Esmagado de Batata

IMG_6015tbvwm

O segundo mais votado cá em casa na lista dos empadões é o Empadão de Peixe com Esmagado de Batata.

Esta altura do ano é o momento ideal para fazer estes pratos por isso vamos aproveitar e comer empadões sejam lá eles quais forem!

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. o recheio de peixe cremoso
  2. o esmagado de batata aveludado

 

Ingredientes:

Esmagado de Batata

  • 500g de batatas
  • 4 cenouras
  • 150g de ervilhas
  • noz-moscada q.b.
  • pimenta branca q.b.
  • azeite q.b.
  • leite q.b. (se necessário)

 

Recheio de Peixe

  • 400g de pescada (ou sobras de peixe cozido)
  • 10 delícias do mar
  • azeite q.b.
  • 1 cebola
  • 2 c. (sopa) rasas de farinha sem fermento
  • 350ml de leite
  • sal q.b.
  • pimenta branca q.b.
  • 1 limão
  • 10 pés de coentros

IMG_6011tbvwm

Modo de Preparação:

Esmagado de Batata

Coza as batatas e as cenouras bem cozidas, depois escorra e esmague com o esmaga batatas até ficar tudo bem desfeito. Se a mistura estiver muito grossa adicione um pouco de leite para obter uma textura mais branda. Junte a noz-moscada, a pimenta e um fio de azeite e envolva bem. 

Na água de cozer as batatas escalde as ervilhas durante 5 minutos. No fim escorra-as e adicione-as inteiras ao preparado de batata. Envolva cuidadosamente e reserve.

Recheio de Peixe

Coza o peixe e retire-lhe a pele e as espinhas. Depois corte as delícias do mar em tiras finas, no sentido do comprimento e adicione ao peixe. Reserve.

Num tacho coloque um fio de azeite e a cebola picada e deixe refogar até a cebola ficar translúcida. Depois junte a mistura do peixe com as delícias do mar, coloque sal e pimenta a gosto, e envolva bem.

De seguida adicione a farinha e mexa bem. Depois junte o leite e envolva tudo para ficar com um creme homogéneo. Espere que levante fervura para a farinha cozer.

Desligue o lume e prove, rectifique os temperos, junte a raspa do limão, os coentros picados e envolva bem.

Preparar o Empadão 

Para terminar pegue num tabuleiro e coloque uma camada de esmagado de batata, depois coloque o recheio de peixe e termine espalhando e restante esmagado com um garfo de forma a desenhar umas ondas para dar textura.

strip

nota: faça esta última operação com suavidade para não misturar o esmagado de batata com o recheio do peixe que está por baixo.

IMG_6003tbvwm

 Leve ao forno, pré-aquecido  a 180ºC, durante 30 minutos.

Retire do forno sirva de imediato. Se quiser acompanhe com uma salada.

IMG_6019tbvwm

IMG_6017tbvwm

TBVstrip

 

 

Anúncios

Mil-Folhas de Bacalhau

IMG_8631tbvwm

Com o Natal à porta começam os preparativos para a noite de consoada. As árvores de Natal estão iluminadas, as casas enfeitadas, as prendas embrulhadas…

Já se fizeram algumas compras para a ceia e já conseguimos sentir nos nossos corações o cheiros das filhoses e dos coscorões.

O Bacalhau é Rei à mesa de Natal nesta noite tão especial! A tradição não deve ser quebrada, deve ser mantida.

Cá em casa vamos fazer bacalhau nesta noite de Natal, vamos manter a tradição mas fazê-lo com imaginação.

O Mil-Folhas de Bacalhau vai manter as tradições mas também deixar novas memórias e recordações.

Feliz Natal

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. tradição com inovação
  2. o aspecto magnífico
  3. o recheio cremoso

 

Ingredientes:

  • 1 placa de massa folhada ultracongelada (500g)
  • sementes de sésamo q.b.

Recheio

  • 2 postas de bacalhau
  • 1 alho francês
  • 200ml natas
  • leite q.b.
  • 2 c. (sopa) farinha maizena
  • 2 c. (café) de açafrão das índias
  • 1 c. (café) de noz-moscada
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.

nota: pode encontrar a massa folhada no Continente e no Jumbo

IMG_8625tbvwm

Modo de Preparação:

 Massa Folhada

Corte a massa ao meio e com o rolo estenda de forma a obter dois retângulos iguais com aproximadamente 5mm de espessura e com um tamanho de aproximadamente 20cm x 27cm.

Coloque cada um dos rectângulos de massa num tabuleiro e ponha uma rede por cima para que a massa cresça nivelada e toda por igual sem estar a fazer barriga no centro.

nota: se não tiver rede pique a massa com um palito de forma uniforme para evitar que a  massa empole e faça barrigas, não será como com a rede mas também resulta.

Leve ao forno , pré-aquecido a 200ºC os primeiros 15 minutos e depois mais 30 minutos a 150ºC.

IMG_8617tbvwm

Recheio

Primeiro coza o bacalhau. Num tacho coloque as postas e ponha leite até estas estarem cobertas. Deixe ferver 7 a 8 minutos. Depois retire o bacalhau do leite, deixe arrefecer e de seguida tire as peles e espinhas ao bacalhau e lasque-o.

Reserve o leite de cozer o bacalhau.

Corte o alho francês às rodelas e e estas em quatro. Depois numa frigideira coloque um fio de azeite e refogue o alho francês até este estar quebrado. Nessa altura junte o bacalhau e as natas.

Se as natas  não chegarem para cobrir o preparado adicione um pouco do leite que reservou até obter a cobertura total.

Tempere com o açafrão, a noz-moscada, a pimenta e o sal. Envolva cuidadosamente para o bacalhau não se desfazer e prove, se necessário rectifique o tempero.

Deixe cozinhar em lume brando até levantar fervura.

Dissolva a maizena em 150 ml de leite, do que reservou, e depois adicione metade da mistura ao preparado e envolva. Veja como fica a consistência do recheio e se necessário  junte mais  leite com maizena para obter um aspecto cremoso e aveludado.

nota: pode não ser necessário juntar os 150ml, vá vendo como fica a textura

IMG_8635tbvwm

Preparar o Mil-Folhas

Deixe arrefecer ligeiramente o recheio.

Coloque uma parte da massa folhada  numa tábua ou travessa e disponha sobre esta todo o recheio depois coloque por cima a outra parte e salpique com sementes de sésamo.

IMG_8623tbvwm

Sirva o Mil-Folhas de Bacalhau acompanhado por uma salada de agrião de rúcula ou outra  qualquer outra, de preferência, com folhas verdes.

IMG_8641tbvwm

IMG_8637tbvwm

TBVstrip

 

Vol-au-vent do Mar

IMG_7231tbvwm

Os Vol-au-vent são sempre uma óptima escolha para uma entrada que se quer simples mas especial, ou não fosse a massa folhada uma estrela à mesa.

Os Vol-au-vent do Mar têm impacto, são requintados e causam sempre sensação!

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. o impacto visual
  2. a massa folhada que está na base de tudo
  3. o sabor a marisco

 

Ingredientes:

  • 6 Vol-au-vent (com aprox.8cm de diâmetro)

Recheio

  • 1,2 lt de água
  • 350g de pão saloio
  • 6 camarões cozidos
  • 100g de delícias do mar
  • 200g de mexilhão
  • 6 dentes de alho
  • 2 cubos de caldo de marisco (ou um pacote de sopa de marisco)
  • 1 c. (café) de pimentão doce em pó
  • 24 pés de coentros
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta preta q.b.
  • piripiri opcional

 nota: os Vol-au-vent podem ser feitos em casa, ou para facilitar podem comprar já feitos em alguns supermercados ou mandar fazer numa pastelaria

IMG_7229tbvwm

Modo de Preparação:

Recheio

Pique os mexilhões grosseiramente, corte as delícias às rodelas e reserve. Coloque de lado 6 rodelas de delícias.

Descasque os camarões cozidos mas deixe a pontinha do rabo com casca. Reserve.

Retire 1,2 lt de água quente do esquentador e adicione os 2 cubos de caldo de marisco (ou um pacote de sopa de marisco), mexa bem para dissolver totalmente os cubos. Reserve.

Num tacho coloque azeite a cobrir o fundo e deixar aquecer bem, adicione os alhos previamente descascados e cortados ao meio e deixos alourar.

De seguida junte o pão cortado em tiras fininhas e deixe cozinhar para o pão absorver o azeito e o sabor do alho. Quando o azeite tiver sido totalmente absorvido pelo pão e este estiver bem tostadinho adicione metade do caldo de marisco que preparou e aguarde até o pão absorver o caldo.

nota: cuidado ao deitar o caldo pois o tacho está muito quente e pode espirrar.

Quando o pão tiver absorvido os 600 ml de caldo junte o pimentão e está na altura de começar a juntar o restante caldo, aos poucos, até obter uma consistência cremosa sem estar papa. Tenha em atenção que dependendo do pão pode ou não ser necessário juntar todo o restante caldo.

Rectifique o tempero, se necessário junte sal mas tenha em atenção que o caldo já é salgado. Adicione pimenta ou piripiri a gosto.

Quando tiver obtido um creme suave junte os mexilhões e as delícias que reservou, envolva bem no creme e espere mais ou menos 7 minutos para cozinhar. Depois desligue o lume e adicione os coentros picados e envolva bem.

IMG_7232tbvwm

Preparar os Vol-au-vent

Disponha os Vol-au-vent num tabuleiro e encha cada um deles com o recheio até ao nível da borda.

Leve ao forno, pré-aquecido a 160ºC, durante 15 minutos. Depois retire-os para uma tábua (ou travessa) e decore com uma rodela de delícias, um camarão e uma folhinha de coentros.

Sirva de imediato!

IMG_7236tbvwm

TBVstrip

Muslitos do Mar Caseiros

IMG_7733tbvwm

Os Muslitos do Mar são feitos exactamente a partir do mesmo preparado que as delícias do mar, apenas apresentam outro formato, estão panados e prontos a fritar, mas todos os adoram.

Nós também gostamos, e eles são uma boa solução para um petisco, um lanche, uma entrada ou mesmo uma refeição ligeira.

Sempre tivemos o hábito de ter uma caixa ou duas para uma situação de “emergência” em que queremos fazer uma entrada rápida para o almoço ou nos apetece fazer um petisco para o lanche. Como em tudo, na vida, às vezes as coisas não correm como se espera e quando fazem falta os Muslitos do Mar nem sempre estão disponíveis.

Pensando bem chegámos à terrível conclusão que temos sempre em casa delícias do mar, mas nem sempre tínhamos Muslitos. Hoje em dia com os Muslitos do Mar Caseiros essa situação está completamente ultrapassada.

Podemos ter uns Muslitos na hora sem dramas e sem preocupações, muito rápidos e fáceis de fazer eles estão na mesa em poucos minutos para qualquer ocasião surpresa ou apetite de última hora…

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. rápidos e fáceis de fazer
  2. muito versáteis

IMG_7729tbvwm

Ingredientes: 

  • 20 palitos de delícias do mar
  • 1 ovo
  • 40ml de leite
  • 2 c. (sopa) de azeite
  • farinha q.b.
  • pão ralado q.b.
  • óleo q.b.

nota: para obter um efeito mais parecido com os muslitos utilize Pão Ralado Espiga oriental mix crocante  

Modo de Preparação: 

Coloque o ovo numa taça e adicione-lhe o leite e o azeite, bata muito bem com um garfo para misturar os ingredientes.

Depois comece por passar os palitos por farinha, de seguida passe pelo ovo,  por pão ralado, novamente por ovo e para terminar por pão ralado outra vez.

nota: se quiser que fiquem com o pauzinho dos muslitos compre palitos de cocktail e insira no centro da delícia do mar antes de começar a panar.

IMG_7722tbvwm

Coloque numa frigideira óleo abundante e frite os palitos até ficarem dourados. Retire e coloque num papel absorvente para escorrer.

Para terminar disponha numa travessa e sirva acompanhado por uma salada.

IMG_7731tbvwm

nota: para uma entrada mais gourmet sirva simples com maionese e ketchup.

IMG_7742tbvwm

TBVstrip

 

 

 

 

 

Mexilhões com Molho de Lima

IMG_7462tbvwm

Os mexilhões são um petisco a considerar para usar e abusar nas mais diversas situações e principalmente nos tempos de calor em que as coisas frescas apetecem.

E é justamente nos tempos de verão que mais recebemos cá em casa, por isso gostamos sempre de ter alternativas rápidas, fáceis e frescas para preparar uma refeição ou um petisco quando alguém aparece por estes lados trazido pelo desejo de desfrutar do calor do sol, do mar e com vontade de partilhar momentos lúdicos à volta da mesa!

Os Mexilhões com Molho de Lima proporcionam uma entrada agradável ou um belo petisco de fim de tarde e fazem-se num abrir e fechar de olhos.

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. fácil e rápido
  2. fresco e saboroso
  3. o molho cremoso e levemente acidulado

 

Ingredientes: 

  • 12 mexilhões
  • 3 folhas de louro
  • 2 c. (sopa) de iogurte grego
  • 1 lima
  • 1 c. (sopa) de azeite
  • 1 c. (café) de alho em pó
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.
  • 4 pés de salsa

nota: existem várias opções de mexilhão ultracongelado no mercado. O Jumbo tem os Auchan MMM! em concha da Nova Zelândia, 500g custam 5,89€ e também tem os da Gelpeixe em meia concha da Nova Zelândia, 250g custam 4,98€.

IMG_7463tbvwm

Modo de Preparação: 

Num tacho ou numa frigideira coloque um dedo de altura de água com o louro e espere até começar a ferver, nessa altura ponha dentro da frigideira os mexilhões voltados para cima e todos separados sem ficarem uns por cima dos outros (mexilhões ultracongelados em meia concha) depois da água voltar a ferver conte 3 a 4 minutos. e desligue o lume pois estão prontos.

nota: se forem mexilhões em concha inteira coloque-os no recipiente sem preocupações com o posicionamento e depois faça tudo do mesmo modo. Quando os retirar da água vão estar abertos e então terá que remover uma parte da casca e manter a que tem o mexilhão agarrado seguindo daí para a frente os mesmos passos.

Depois retire-os da água com uma escumadeira e coloque-os numa travessa. Com uma faca descole cuidadosamente os mexilhões da casca e deixe-os arrefecer.

Enquanto espera prepare o molho, para isso coloque numa tigela o iogurte grego, a raspa da lima, o sumo de metade da lima, o azeite, o alho em pó, o sal e a pimenta. Mexa muito bem com uma colher para que o molho fique homogéneo.

Para terminar, disponha os mexilhões numa travessa, coloque uma colher de chá bem cheia de molho em cada um e polvilhe com a salsa finamente picada.

Sirva de imediato ou guarde no frigorífico até ao momento de servir.

IMG_7469tbvwm

 

TBVstrip

Mexilhões Mediterrânicos

IMG_6327tbvwm

O Mexilhão é um molusco pertencente à classe dos bivalves, a mesma da ostra ou da amêijoa. Existem dois tipos de espécies, Mytilus edulis existente na costa atlântica da Europa, e Mytilus galloprovincialis existente na região mediterrânica e na costa atlântica portuguesa.

É considerado um alimento altamente nutritivo, devido aos elevados teores em proteína, vitaminas e minerais, que vão desenvolver um papel protector nas doenças cardiovasculares.

O mexilhão é bastante apreciado pelos portugueses na forma de petisco, especialmente na época de verão. No entanto, pode ser utilizado na confecção de pratos mais elaborados, como caldeirada, arroz de marisco, entre outros.

Aqui por casa gostamos de os ter sempre à mão, eles substituem as ameijoas na Carne de Porco à Alentejana, entram na Açorda ou no Arroz de Marisco, ficam bem nas Paelhas e completam as saladas, enfim não paramos de os usar.

Além disso  são uma óptima opção quando queremos preparar uma entrada rápida como é o caso dos Mexilhões Mediterrânicos.

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. A frescura
  2. O sabor a mar
  3. O molho saboroso

 

Ingredientes: 

  • 12 mexilhões
  • 3 folhas de louro
  • 1 pimento vermelho
  • 1 pimento verde
  • 1 tomate médio
  • 1 cebola pequena
  • 4 pés de coentros
  • 3 c. (sopa) de azeite
  • 1 c. (sopa) de vinagre de maçã
  • 1 c. (sopa) de molho de peixe
  • 1c. café de pimenta preta
  • 1 pitada de sal

nota: existem várias opções de mexilhão ultracongelado no mercado. O Jumbo tem os Auchan MMM! em concha da Nova Zelândia, 500g custam 5,89€ e também tem os da Gelpeixe em meia concha da Nova Zelândia, 250g custam 4,98€.

IMG_6325tbvwm

Modo de Preparação: 

Num tacho ou numa frigideira coloque um dedo de altura de água com o louro e espere até começar a ferver, nessa altura ponha dentro da frigideira os mexilhões voltados para cima e todos separados sem ficarem uns por cima dos outros (mexilhões ultracongelados em meia concha) depois da água voltar a ferver conte 3 a 4 minutos. e desligue o lume pois estão prontos.

nota: se forem mexilhões em concha inteira coloque-os no recipiente sem preocupações com o posicionamento e depois faça tudo do mesmo modo. Quando os retirar da água vão estar abertos e então terá que remover uma parte da casca e manter a que tem o mexilhão agarrado seguindo daí para a frente os mesmos passos.

Depois retire-os da água com uma escumadeira e coloque-os numa travessa. Com uma faca descole cuidadosamente os mexilhões da casca e deixe-os arrefecer.

Nesse meio tempo prepare o molho. Lave e corte os pimentos, separe duas tiras de pimento vermelho e uma de pimento verde e corte-as em cubos muito miudinhos. Coloque numa tigela e reserve.

Lave o tomate, retire-lhe todas as sementes, corte-o também em cubinhos bem pequenos e adicione aos pimentos. Pique a cebola e os coentros finamente e junte ambos aos ingredientes anteriores.

De seguida adicione o azeite, o vinagre, o molho de peixe, a pimenta preta e o sal. Envolva tudo muito bem para que os ingredientes agarrem bem o tempero.

Para terminar, um a um vá levantando os mexilhões e coloque na casca uma colher de chá do molho, depois coloque o mexilhão por cima e ponha mais um pouco de molho à volta de forma a encher bem a casca.

Pode servir de imediato ou guardar no frigorífico para servir posteriormente.

IMG_6331tbvwm

IMG_6339tbvwm

TBVstrip

Bola de Sardinha

IMG_7132tbvwm

Bolas à muitas…esta é de sardinha!!

Com as sardinhas em alta e os santos populares aí à porta todas as desculpas são boas para uma sardinhada ou talvez não.

Nós vamos comê-las nesta fantástica Bola de Sardinha que dá mesmo a impressão de estar a comer a sardinha no pão.

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. A massa leve e fofa
  2. O sabor à sardinha no pão

 

Ingredientes:

Massa

  • 400ml de água
  • 1 saqueta de fermento de padeiro em pó
  • 1 c. sopa de açúcar
  • 600g de farinha sem fermento
  • flor de sal q.b.
  • azeite q.b.

nota: o fermento que nós usamos é fermipan, no entanto podem utilizar o que quiserem

 

Recheio

  • 10 sardinhas
  • 1 dente de alho
  • sal q.b.
  • azeite q.b.

IMG_7134tbvwm

Modo de Preparação

Massa

Coloque a água num recipiente, esta deve estar morna mas sem estar quente (como sai de esquentador está bem), e junte-lhe o açúcar e o fermento. Mexa bem para dissolver o fermento e deixe repousar durante 10 minutos. Vai ver que o preparado vai começar a espumar, é assim mesmo o fermento está a activar.

Numa tigela deite a farinha e adicione-lhe a água com o fermento envolvendo bem até começar a sentir a massa a soltar-se da tigela.

Nessa altura pegue na massa e coloque-a numa superfície enfarinhada e amasse durante 10 minutos. No fim do tempo coloque a massa novamente na tigela, tape com película aderente e guarde no frigorífico durante a noite.

nota: se fizer a massa no próprio dia tem que a deixar descansar pelo menos 2 horas tapada com um pano e num local reservado. A massa tem que duplicar de volume, antes disso não se pode utilizar.

 

Recheio

Lave e amanhe as sardinhas retirando os lombos, tempere com sal.

Numa frigideira coloque um fio de azeite até cobrir o fundo e o dente de alho partido ao meio com a pele. Depois coloque os lombos das sardinhas com a pele para cima e deixe fritar aproximadamente 2 minutos. Depois coloque-as num prato para arrefecerem ligeiramente e estão prontas a colocar na bola.

Dupla strip

Preparar a Bola

Retire a massa  do frigorífico e divida-a em duas partes. Coloque uma parte num tabuleiro previamente untado com azeite e com as pontas dos dedos vá espalhando a massa até cobrir o fundo totalmente.

Depois coloque as sardinhas por cima da massa, ao centro em duas camadas e regue com o azeite que ficou na frigideira.  Cubra com a massa que restou tendo o cuidado de não deixar buracos e de levar a massa bem até aos cantos.

Dupla strip 1

Regue a bola com um fio de azeite e  tape-a com um pano. Deixe levedar 45 minutos, a massa vai duplicar o volume e nessa altura está pronta para ir para o forno. No fim do tempo destape a bola e leve-a ao forno, pré-aquecido a 200ºC, durante 25 minutos.

Dupla strip 2

Tire a bola do forno e deixe descansar 10 minutos, depois desenforme, salpique com flor de sal e orégãos.

IMG_7138tbvwm

IMG_7146tbvwm

TBVstrip