Camembert com Azeitonas

IMG_6666tbvwm

O Camembert  é um queijo de pasta mole produzido com leite de vaca e com origem na Normandia. Deriva directamente do queijo Brie ao qual foi buscar a técnica de fabrico.

Não fosse a Revolução Francesa e possivelmente o camembert nunca teria existido!

Talvez tenha sido obra do acaso, mas a verdade é que esta variedade de queijo surgiu e em 1855 com a inauguração do caminho-de-ferro atravessou as fronteiras da Normandia e alcançou o mundo.

Com a sua pasta suave, aroma delicado e um sabor acidulado e levemente terroso o Camembert consegue cativar. O Camembert com Azeitonas oferece toda a magia e encanto que possamos imaginar numa entrada simples mas cheia de sabor!!

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. A mistura de sabores
  2. A entrada por excelência para os amantes de queijo
  3. Uma entrada rápida

 

Ingredientes

  • 1 queijo camembert
  • 8 azeitonas pretas sem caroço
  • 1 dente de alho

IMG_6659tbvwm

Modo de Preparação

Comece por retirar a parte de cima do queijo criando um pequeno sulco.

Faça uma base de papel de prata para colocar o queijo pois assim vai ser mais fácil de manuseá-lo. De seguida coloque o papel de prata com o queijo num tabuleiro.

Descasque e pique o dente de alho finamente e pique também as azeitonas. Misture os dois ingredientes e cubra o queijo espalhando de forma homogénea sobre toda a superfície.

Dupla strip

Leve ao forno, pré-aquecido a 180ºC, aproximadamente 15 minutos, ou até verificar que o queijo está a começar a derreter.

Se quiser pode polvilhar com orégãos ou com salsa picada para dar um toque especial.

Sirva de imediato!

IMG_6663tbvwm

IMG_6669tbvwm

 

Testámos e gostámos…!

IMG_6663tbvwmstrip

 

 

Bruschetta de Sardinha

IMG_7035tbvwm

A Sardinha, é um peixe que pertence à família Clupeidae. O seu nome “sardinha” advém do seu local de origem, a ilha Sardenha, onde fora bastante abundante.

Em tempos, a sardinha foi o sustento de muitas famílias, mas nos dias de hoje, é considerada o peixe mais popular das festas de verão.

A Sardinha é um peixe bastante conhecido e apreciado pelos portugueses, especialmente nos meses de verão. É nessa altura do ano que o conteúdo lipídico e de ómega-3 se encontram mais elevados, tornando a sardinha ainda mais saborosa.

 É considerado um alimento altamente nutritivo, devido aos elevados teores em proteína e gordura polinsaturada, nomeadamente ómega-3, vitaminas e minerais, que vão desenvolver um papel protetor nas doenças cardiovasculares.

Na culinária, pode ser consumida nas mais diversas formas e composições gastronómicas, podendo ir desde o assado ao grelhado, na caldeirada ou na açorda. Mas é na brasa que o português mais aprecia este peixe.

Nós decidimos utilizar de conserva, para fazer esta fantástica Bruschetta de Sardinha.

 

RECEITAS

 

base logo destaque1

  1. Um sabor surpreendente
  2. Para nós a melhor forma de comer sardinhas de lata

 

Ingredientes: 

  • 4 sardinhas de lata
  • 4 fatias de broa
  • 1 pimento vermelho
  • 1 cebola
  • 1 dente de alho
  • 4 azeitonas
  • 2 pés de salsa
  • raspa de limão q.b.
  • azeite q.b.

 

nota: para fazer a bruschetta escolha uma conserva de sardinhas de boa qualidade. Nós utilizamos sardinhas de conserva da Campos Santos ou da Minerva.

IMG_7039tbvwm

Modo de Preparação:  

Corte os pimentos em tiras. Numa frigideira aqueça um fio de azeite e refogue o pimento até amolecer. Reserve.

De seguida descasque a cebola e corte-a em meias luas. Descasque o dente de alho e corte-o finamente em rodelas. Numa frigideira coloque um fio de azeite e adicione a cebola e o alho e deixe cozinhar até a cebola estar totalmente quebrada e levemente dourada. Reserve.

Abra a lata das sardinhas e escorra cuidadosamente para estas não caírem nem se desmancharem.

nota: também pode utilizar sardinhas frescas. Para isso tem que fazer os filetes e numa frigideira com um fio de azeite fritá-los cerca de 2 minutos (apenas de um lado) com a pele virada para cima.

Disponha as fatias de broa numa tábua (ou num prato ou travessa) e coloque sobre estas o pimento, depois junte a cebola. Por cima coloque uma sardinha.

Para terminar salpique cada fatia com as azeitonas e a salsa previamente picadas. Depois coloque a raspa do limão e um fio de azeite.

IMG_7038tbvwm

 

Testámos e gostámos…!

IMG_7041tbvwmstrip

Croquetes de Chouriço

IMG_6560tbvwm

Podemos fazer croquetes de quase tudo, os Croquetes de Chouriço são um petisco e os nossos favoritos para festas e aperitivos.

Muito saborosos, moldados em bolinhas são uma verdadeira tentação e causam um impacto fantástico na mesa .

São irresistíveis, é impossível comer só um, ou dois, ou três…

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. económicos
  2. o sabor subtil a chouriço
  3. ideais para festas e cocktails
  4. um petisco

 

Ingredientes:

  • 500ml de leite
  • 70g de farinha
  • 70g de manteiga
  • 100g de chouriço
  • 1/2 cebola
  • 1 c. (chá) de caldo de carne granulado
  • sal
  • noz-moscada
  • pimenta branca
  • pão ralado q.b.
  • ovo q.b.
  • óleo para fritar q.b.

IMG_6563tbvwm

Modo de Preparação:

Numa frigideira faça o refogado com a manteiga e a cebola e deixe cozinhar até que esta fique quebrada e translúcida.

Nessa altura junte o chouriço, previamente bem picado na picadora. Deixe fritar para que o chouriço liberte o sabor e depois junte a farinha e mexa bem para que a mesma agarre a gordura e o sabor do chouriço.

Retire a frigideira do lume e junte o leite todo de uma vez. Mexa muito bem até estar tudo completamente aglutinado. Depois volte a levar ao lume, mexendo sempre, até engrossar. Deixe ferver três minutos. No final desligue o lume, rectifique o tempero e adicione a noz-moscada e a pimenta.

Deite o preparado numa caixa de plástico e cubra com película aderente  de forma a que esta fique bem aconchegada à massa. Deixe arrefecer.

nota: cobrir com a película aderente é fundamental, pois caso contrário a massa vai secar por cima criando uma crosta grossa e por consequência dificultar na altura de moldar.

IMG_6540tbvwm

Depois coloque no frigorífico pelo menos durante duas horas ou idealmente de um dia para o outro.

No momento de fazer os croquetes, retire a caixa do frigorífico e desenforme a massa para cima da bancada ou de uma tábua e molde-a em croquetes ou bolinhas.

IMG_6541tbvwm

Passe por pão ralado, por ovo e depois novamente por pão ralado. Frite, em óleo bem quente, até ficarem dourados.

E depois…aproveite!!

nota: podem congelar-se e fritar mais tarde.

IMG_6565tbvwm

IMG_6583tbvwm

 

Testámos e gostámos…!

IMG_6560tbvwmstrip

Empanadas de Carne

IMG_5900tbvwm

Nós temos os Pastéis de Carne e os Rissóis, os Espanhóis têm as Empanadas e espalharam-nas por todos os países da América Latina e arredores…

São conhecidas em praticamente todo o mundo e conseguiram até hoje manter o seu nome de origem em quase todos os países que foram colonizados pelos espanhóis.

Uma massa simples de farinha, recheada e assada no forno ou frita, a empanada típica tem um formato em meia-lua e muitas histórias para contar…

Não existe uma receita única de empanadas. Cada país tem a sua receita típica de empanada. Umas são de massa folhada, massa lêveda, farinha de trigo, com farinha de milho, banana-da-terra verde, mandioca. E o recheio pode ser de carne (vaca, porco, chouriço, presunto), aves, peixe, marisco, vegetais, queijo ou mesmo frutas.

Em Espanha existem vários tipos, sendo que as mais famosas são a empanada Galega com uma tradição de vários séculos. Depois existem as típicas do Chile, da Argentina, do Peru, da Bolívia, da Colômbia, do Equador, do México, do Brasil cada país tem a sua receita e assim é também nas Caraíbas nas Filipinas e sabe-se lá por esse mundo fora…!

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. Um aspecto de “fazer crescer água na boca”
  2. A massa crocante
  3. O recheio colorido

 

Ingredientes:

Massa

  • 400g de farinha sem fermento
  • 500ml de caldo de carne (1cubo de caldo de carne desfeito em 500ml de água)
  • 2 c. (sopa) de azeite
  • 1 ovo

 

Recheio

  • 350g de carne picada
  • 100g de chouriço
  • 1 cenoura
  • 3 c. (sopa) de ervilhas
  • 3 c. (sopa) de milho
  • 6 cogumelos
  • 3 folhas de couve branca
  • 1 cebola pequena
  • 1 folha de louro
  • 8 azeitonas
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.
  • 1 c. (sobremesa rasa) de maizena para engrossar

 

  • farinha q.b. para polvilhar
  • 1 ovo para pincelar

 

IMG_5904tbvwm

Modo de Preparação:

Massa

Coloque a farinha na taça da batedeira, bata o ovo e adicione, de seguida comece a juntar o caldo, aos poucos, batendo sempre até conseguir uma massa moldável que se descole das paredes da taça.

nota: tenha atenção pois pode não ser necessário utilizar a totalidade do caldo, depende muito da farinha e até do tamanho dos ovos.

Depois tape a taça com um pano e deixe hidratar a massa durante 20 minutos. Só então fica pronta para estender.

nota: à mão,  deite a farinha numa tigela junte o ovo e o caldo aos poucos e misture bem até a massa descolar da tigela. Nessa altura deite a massa na mesa e amasse durante aproximadamente 10 minutos. Depois faça uma bola, coloque-a numa taça tape-a e deixe-a repousar 20 minutos.

 

Recheio

Comece por escaldar as cenouras (previamente cortadas em cubos pequenos), as ervilhas e o milho, escorra tudo bem e reserve.

Corte os cogumelos em bocadinhos pequenos e corte a couve em juliana, coloque numa taça e reserve.

Descasque a cebola, pique-a e ponha-a numa frigideira. Junte um fio de azeite e o louro e leve ao lume até a cebola ficar macia.

Adicione a carne picada e deixe cozinhar, mexendo sempre, até a carne ficar solta e sem humidade.

Adicione o chouriço picado, a couve, os cogumelos e os vegetais escaldados e misture tudo.

nota: se o preparado ganhar demasiada humidade devido aos vegetais dissolva uma colher de maizena num pouco de água e junte até o preparado estar seco.

Verifique o sal, junte a pimenta. Desligue o lume e deixe arrefecer.

IMG_5881tbvwm

Fazer as Empanadas

Deite a massa em cima da mesa/bancada previamente polvilhada com farinha e estenda-a com o rolo da massa até obter uma espessura fina.

Corte círculos de massa com cerca de 8 a 10 cm de diâmetro, coloque o recheio no centro, dobre a massa ao meio pressione as pontas e apare a massa com uma faca mais ou menos em forma de rissol.

Pressione bem em volta do recheio para que a massa fique bem colada. Para finalizar calque a borda toda da empanada com a ponta dos dentes de um garfo. Polvilhe um tabuleiro ligeiramente com farinha, coloque as empanadas e  pincele com ovo batido.

strip

IMG_5890tbvwm

Leve ao forno, pré-aquecido a 180ºC, durante aproximadamente 15 minutos, até ficarem douradas.

Depois é só deliciar-se!

 IMG_5898tbvwm

IMG_5907tbvwm

 

Testámos e gostámos…!

IMG_5898tbvwmstrip

 

Pão de Batata com Molho de Manteiga

IMG_6547tbvwm

Se o Pão de Batata por si só nos deixa satisfeitos, imaginem o que pode fazer a magia da manteiga de alho!?

O Pão de Batata com Molho de Manteiga. tem toda a simplicidade do pão acabado de fazer enaltecida pelo sabor da manteiga derretida sobre uma crosta dourada.

Simplesmente delicioso, uma entrada a repetir muitas vezes, um petisco que ninguém esquece.

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. simples de fazer
  2. leve e fofo
  3. uma combinação perfeita com a manteiga de alho

Ingredientes:

  • 450g de batata cozida
  • 450g de farinha
  • 1 c. (chá) de sal
  • 70ml de óleo de girassol (ou milho)
  • 120ml de água morna
  • 11g de fermento de padeiro (1 carteira de fermipan)
  • 1 c. (sopa) rasa de açúcar
  • 50g de manteiga
  • 2 dentes de alho
  • 6 pés de coentros

IMG_6559tbvwm

Modo de Preparação:

Comece por descascar e cozer as batatas. Uma vez cozidas, escorra-as bem e passe-as pelo passe-vite ou esmague-as com o esmaga batatas.

Misture o açúcar com a água morna e o fermento e mexa bem para dissolver totalmente o fermento e o açúcar. Depois espere até espumar para o fermento activar.

Na batedeira coloque a farinha peneirada, o sal, o óleo e a batata. Junte o fermento já activado e bata na velocidade mínima durante 15 minutos para o glúten desenvolver bem. A massa tem que ficar com elasticidade para não partir. Retire a massa da batedeira e coloque-a numa tigela polvilhada com farinha. Tape a tigela com uma pano e deixe levedar durante 1h:30m a 2 horas. A massa deve duplicar de volume

nota: a massa também pode ser batida à mão durante 10 minutos com energia.

Depois da massa pronta divida-a ao meio, cada metade novamente ao meio e repita a operação até obter 8 bolas de massa.

Pegue em cada bola e enrole com as pontas para baixo e para dentro aconchegando com as mãos para obter uma forma redonda mas larga. Coloque cada uma das bolas numa forma redonda salpicada com farinha. Tape tudo com um pano (para a massa não secar) e deixe levedar durante 45 minutos a 1 hora.

IMG_4809tbvwm

Leve ao forno, pré-aquecido a 200ºC, durante 15 minutos. Verifique a cozedura para se certificar que ficam dourados.

nota: se não tiver formas redondas, faça o pão num tabuleiro (veja a receita do Pão de Batata), executando neste os mesmos passos que faria com as formas redondas. Depois de pronto sirva cada pão num prato individual.

Enquanto o pão está no forno prepare o Molho de Manteiga. Ponha a manteiga num tachinho com os alhos picados e leve ao lume para derreter e cozinhar os alhos.

Quando o pão estiver cozido, retire-o do forno, tire cada pão da forma, corte-o em cunhas e regue-o com a manteiga. Coloque novamente no forno apenas 5 minutos para o pão absorver a manteiga e tostar levemente por cima.

No fim salpique com coentros picados e sirva de imediato.  Espalhe os pratos de pão pela mesa que todos vão adorar!

IMG_6552tbvwm

IMG_6585tbvwm

Nota: se quiser pode congelar o pão de batata. Depois de frio ponha-o dentro de um saco bem fechado e coloque-o no congelador. Quando quiser servir um Pão de Batata com Molho de Manteiga, basta deixar descongelar o pão, regar com a manteiga e levar ao forno. Vai parecer acabado de fazer.

Testámos e gostámos…!

IMG_6547tbvwmstrip

 

Pataniscas de Couve

img_5275tbvwm

Pataniscas são de bacalhau. Errado, pataniscas são do que nós quisermos que elas sejam. Neste caso, são Pataniscas de Couve.

Uma receita muito agradável e muito simples de preparar.

Uma forma camuflada de pôr as crianças a comer vegetais e a habituarem-se a eles. Normalmente os miúdos não resistem às pataniscas de couve!

Podem ser servidas como aperitivo, como entrada com uma salada ou podem mesmo ser uma refeição rápida e leve. Seja como for as pataniscas de couve são, sem qualquer sombra de dúvida, um belo petisco!

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. simples, fáceis e rápidas
  2. uma forma diferente de comer couve

 

Ingredientes:

  • 225g de couve
  • 100g de cenoura
  • 100g de cebola
  • 10 pés de salsa
  • 1 ovo
  • 165g de farinha
  • 1 medida de caldo de legumes granulado Knorr
  • 2 c. café de alho em pó
  • 1 c. café de pimenta preta
  • sal q.b.
  • água q.b.

 img_5278tbvwm

 Modo de Preparação:

Comece por ralar a couve ou cortá-la bastante fina. De seguida rale a cenoura e corte a cebola finamente.

Coloque tudo numa tigela, adicione a salsa bem picada e o ovo (previamente batido) envolva tudo muito bem.

Junte a farinha, o caldo de legumes, o alho em pó, a pimenta e sal a gosto, volte a mexer para que todos os ingredientes fiquem bem envolvidos. Depois adicione a água aos poucos até conseguir uma textura húmida mas forte. Apenas o suficiente para aglutinar todos os elementos.

nota: tenha em conta que quanto menos água levar o preparado menos óleo as pataniscas vão absorver durante a fritura e assim vão ficar mais estaladiças.

Ponha uma frigideira ao lume com o fundo coberto de azeite e vá colocando colheradas da massa, de forma cuidadosa, para formar as pataniscas.

dupla-strip-2

Deixe fritar de um lado e do outro até estarem douradas.

Coloque-as a repousar em papel de cozinha e depois de estarem todas fritas coloque-as numa travessa para servir.

 img_5277tbvwm

img_5281tbvwm

Testámos e gostámos…!

img_5277tbvwmstrip

Castanhas Cozidas com Funcho

img_5860tbvwm

Estamos no tempo delas e por isso não é de admirar ir na rua e ouvir: “Queeeeentes e boooooas…”

As castanhas estão aí por todo o lado, por isso vamos aproveitar e comer umas quantas!

Desta vez escolhemos fazê-las cozidas e ao contrário do que possam pensar As Castanhas Cozidas com Funcho são muito agradáveis.

O segredo é não as deixar cozer demais e comê-las com manteiga !

RECEITA

base logo destaque1

  1. o funcho substitui a tradicional erva doce e as castanhas ficam com um sabor mais anisado

 

Ingredientes:

  • 1kg de castanhas
  • 2 c. (sopa) de sementes de funcho
  • 2 c. (sopa) de açúcar
  • sal q.b.

img_5853tbvwm

Modo de Preparação:

Comece por lavar bem as castanhas e a seguir corte totalmente o lado oposto ao “bico” da castanha, isso vai prepará-las devidamente para ficarem bem cozidas e serem mais fáceis de descascar.

dupla-strip

De seguida coloque-as a cozer com o funcho. o açúcar e sal a gosto. Depois de levantar fervura conte exactamente 15 minutos e desligue o lume. Escorra-as e coloque-as na travessa embrulhadas num pano.

Deixe arrefecer um pouco para ser possível descascar, mas sirva as castanhas ainda mornas.

Uma boa jeropiga ou moscatel são uma boa companhia!

img_5850tbvwm

 Testámos e gostámos…!

img_5853tbvwmstrip