Salada de Rúcula com Figos

IMG_7927tbvwm

Os figos andam por aí desde o princípio dos tempos, a figueira foi a primeira árvore descrita na Bíblia.

Originários da região do Mediterrâneo existem referências ao facto de serem conhecidos e utilizados desde a idade da pedra.

Nós cá por casa temos memória de gostar deles desde que nos conhecemos como gente e esperamos ansiosamente pelo tempo em que aparecem nas árvores.

Viver no Algarve, onde as figueiras crescem por todo o lado tem as suas vantagens. Ter amigos que têm amigos que têm figos é formidável e ter amigos que os têm no quintal é ainda melhor!

Os figos são por isso frequentes cá em casa e a Salada de Rúcula com Figos, uma das nossas favoritas, torna-se assídua o que deixa uma felicidade inebriante no ar…

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. a mistura esfuziante de sabores
  2. a harmonia dada pelos figos
  3. o creme de vinagre balsâmico

 

Ingredientes: 

  • 100g de rúcula selvagem (1 embalagem)
  • 8 figos pequenos
  • 3 fatias de presunto
  • 110g de queijo curado
  • 12 azeitonas
  • sal q.b.
  • azeite q.b.
  • creme de vinagre balsâmico q.b.

nota: podem encontrar o Creme de Vinagre Balsâmico nos supermercados junto aos vinagres. A Paladin tem e também existe um da Monari Federzoni

IMG_7928tbvwm

Modo de Preparação: 

Numa travessa disponha a rúcula a cobrir o fundo. De seguida lave bem os figos e corte-os em quatro e espalhe-os sobre a rúcula.

Corte o queijo e as fatias de presunto em tiras e vá intercalando com os figos. Para terminar coloque as azeitonas.

Tempere com sal a gosto (nós utilizámos sal líquido), um fio de azeite e termine traçando a travessa de um lado ao outro com fios leves de creme de vinagre balsâmico.

Sirva esta fantástica salada como entrada!

IMG_7935tbvwm

 

TBVstrip

Salada de Couve

img_5178tbvwm

Quando pensamos em couve, normalmente não a imaginamos crua e em saladas. Porque será? Provavelmente porque sempre fomos ensinados que a couve se cozinhava para comer.

Vamos quebrar os hábitos instalados!

Esta é uma salada em que o ingrediente principal é a couve, e porque não experimentar?

Branca, coração, roxa, vão perceber que a couve é uma verdura tão boa para saladas como a alface, os agriões, a rúcula… e que a Salada de Couve é deliciosa.

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. ideal para acompanhar fritos e panados
  2. óptima com carnes grelhadas

 

Ingredientes:

 Salada

  • 270g de couve branca
  • 90g de cenoura
  • 90g de grão cozido
  • 90g de milho cozido
  • 90g de arroz arroz
  • 90g de uvas brancas
  • 1 tomate
  • 1 fatia pequena de queijo feta

img_5184tbvwm

Molho

  • 4 c. (sopa) de iogurte grego
  • 4 c. (sopa) de vinagre de vinho branco
  • 1 c. (chá) de açúcar
  • 1 c. (café) de alho em pó
  • 1 c. (café) de caril
  • 1 c. (café) de mostarda em pó Colman’s
  • sal q. b.

img_5180tbvwm

Modo de Preparação:

Salada

Numa taça coloque a couve finamente cortada (tipo caldo verde), a cenoura ralada, o grão, o milho, o arroz e o tomate cortado em cubos pequenos. Reserve.

Deixe de lado o queijo e as uvas.

Molho

Misture numa tigela o iogurte grego, o vinagre, o açúcar o alho, o caril, a mostarda e o sal a gosto. Deixe descansar durante 20 minutos para agarrar bem todos os sabores.

Preparar a Salada 

Adicione o molho aos ingredientes que reservou e envolva muito bem de forma a que toda a salada fique coberta pelo molho.

Depois disponha a salada numa travessa coloque o queijo feta esfarelado por cima e termine enfeitando com as uvas.

img_5189tbvwm

Dica: este molho é um excelente Dip para batatas fritas.

 

Testámos e gostámos…!

img_5180tbvwmstrip

Salada de Espargos com Parmesão

IMG_4632tbvwm

Estamos naquela altura em que o calor começa a despertar e as refeições ligeiras começam a apetecer. As saladas aparecem a partir de agora de uma forma quase diária na nossa mesa e não apenas como acompanhamento, isso são-no durante todo o ano, mas também como refeição.

A Salada de Espargos com Parmesão é uma salada muito leve e fresca, óptima para dias quentes ou para comer depois de alguns excessos de dias anteriores…

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. muito leve
  2. nutritiva

 

Ingredientes:

  • 1 molho de espargos
  • 100g de bacon
  • 125g de massa farfalle
  • 2 tomates médios
  • 40g de queijo parmesão ralado
  • 14 azeitonas
  • azeite q.b.
  • molho de vinagrete q.b.

IMG_4631tbvwm

Modo de Preparação:

Para começar lave bem os espargos e deixe-os de molho em água fria durante 30 minutos. Depois arranje-os, pegue em cada espargo e coloque-o sobre a mão esquerda com a ponta do pé para fora (a parte lilás que está na terra) e com a mão direita segure o pé do espargo e faça pressão para baixo.

O espargo vai partir pelo sítio certo, normalmente sempre um pouco acima da zona que está na terra. Essa parte deita-se fora porque é muito dura e fibrosa.

strip1

Ponha um tacho ao lume com água e sal, quando esta levantar fervura coloque dentro os espargos, previamente cortados em bocados pequenos, e escalde-os durante dois minutos e meio. Depois retire-os com a ajuda de uma escumadeira e coloque-os a escorrer.

Ponha um tacho ao lume com água e sal e quando esta estiver a ferver coloque a massa a cozer ( massa deve ficar “al dente”), depois escora-a, regue com um fio de azeite muito leve, mexa e reserve.

Lave os tomates, corte-os ao meio e tire-lhes as sementes de seguida corte-os em cubos pequenos.

Numa frigideira, frite o bacon na sua própria gordura até estar tostado e coloque-o a escorrer num papel absorvente.

Rale o queijo parmesão e prepare o Molho Vinagrete.

Numa tigela coloque a massa, o bacon, metade dos espargos e os tomates e envolva tudo cuidadosamente. Tempere com o Molho Vinagrete e volte a mexer para que este fique incorporado.

Depois ponha a mistura numa travessa e disponha por cima os restantes espargos e polvilhe com o queijo parmesão. Enfeite com azeitonas e a sua salada está pronta a servir!

IMG_4639tbvwm

IMG_4642tbvwm

 

Testámos e gostámos…!

IMG_4631tbvwmstrip

Salada de Aipo

IMG_1687tbvwm

A Raiz de Aipo à primeira vista causa surpresa pelo aspecto muito feio deixando algumas dúvidas quanto à sua utilização, no entanto é uma agradável surpresa!

Com ela faz-se uma salada diferente, de sabor intenso, entre o adocicado e um ligeiro travo a caril, exótica e muito saborosa. Esta salada é uma presença constante na nossa mesa porque acompanha carnes, peixes, empadões… na perfeição.

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. sabor exótico do aipo
  2. a textura crocante
  3. muito versátil, pode ser servida com todo o tipo de pratos

IMG_1686tbvwm

Ingredientes : 

Molho

  • 125g de iogurte grego
  • 125g de maionese
  • 50g de queijo parmesão ralado
  • 1/2 limão
  • 1 c. (sopa) de vinagre
  • 1 c. (café) de pimenta branca
  • 1 c. (sobremesa) de sal

nota: para um molho light retire a maionese e o queijo parmesão, duplique a quantidade de iogurte, e junte uma colher de sopa de brandy.

  • 1 raiz de aipo
  • amêndoas laminadas tostadas q.b.

IMG_1642tbvwm

Modo de Preparação: 

Molho

Comece por preparar o molho. Numa tigela junte todos os ingredientes e mexa muito bem até ter um creme homogéneo. Reserve.

Raiz de Aipo

Comece por cortar e descascar as raiz do aipo.

nota: veja na foto em que o aipo está cortado ao meio a linha que se consegue distinguir junto ao bico da faca, é por aí que deve descascar a raiz.

Dupla strip

De seguida rale-a com um ralador manual ou eléctrico.

Coloque o aipo ralado numa tigela e junte o molho envolvendo muito bem para que tudo fique bem misturado.

IMG_1647tbvwm

Coloque numa travessa e ponha por cima as amêndoas. Está pronta a servir!

IMG_1682tbvwm

 

Testámos e gostámos…!

IMG_1683tbvwmstrip

Salada Verde com Morangos e Parmesão

IMG_1309tbvwm

Uma surpresa ao olhar, o aspecto é radiante. A mistura de cores e o contraste dos verdes da alface e da rúcula com o vermelho vivo dos morangos desperta de imediato a nossa atenção.

Esta magnífica salada colorida é ideal como entrada ou para acompanhar croquetes, rissóis, empadas ou panados.

A verdade é que a Salada Verde com Morangos e Parmesão é ela própria uma óptima refeição ligeira para esta época do ano.

RECEITA

base logo destaque1

  1. o aspecto radiante
  2. a frescura
  3. o contraste do fresco da salada com a doçura do molho

IMG_1313tbvwm

Ingredientes:

Vinagrete de Mel

  • 150ml de azeite
  • 50ml de vinagre de maça
  • 2 c. (sopa) de mel
  • 1c. (chá) de mostarda
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.

IMG_1302tbvwm

Salada

  • 300g de alface icebergue e rúcula
  • 300g de morangos
  • 50g de queijo parmesão
  • 4 pés de manjericão
  • orégãos q.b.

Modo de Preparação:

Vinagrete de Mel

Numa taça, misture o azeite, o vinagre, o mel, a mostarda, a pimenta e o sal e mexa muito bem para a mistura ficar homogénea. Reserve.

Dica: coloque todos os ingredientes dentro de um frasco, que vede bem, e bata com força até estar bem misturado.

Salada

Comece por lavar e escorrer bem a alface e corte-a em pedaços, de seguida lave os morangos e corte-os em lâminas (no sentido vertical).

Pegue no queijo parmesão e corte lascas finas.

nota: utilize um descascador de batatas para esta tarefa pois as lascas saem finas e direitas sem dificuldade.

Escolha uma travessa e disponha a alface e a rúcula no fundo, coloque por cima os morangos e o manjericão cortado (utilize a tesoura de ervas).

IMG_1304tbvwm

Para terminar coloque o queijo parmesão. No momento de servir regue com o vinagrete de mel e salpique com orégãos.

IMG_1305tbvwm

IMG_1316tbvwm

Testámos e gostámos…!

IMG_1313tbvwmstrip

Salada de Inverno

IMG_2294tbvwm

A salada pode ser servida antes do prato principal, em substituição da sopa ou como entrada. Pode constituir também um simples acompanhamento. Neste caso será uma salada simples de alface, agrião, chicória, rúcula ou também com tomate, rabanetes, pepino e nozes, ou outras frutas secas e temperada com azeite, vinagre…

Mas a salada também pode ser um prato principal, se à salada simples juntarmos batata cozida, arroz, massa ou feijão e também carne (fiambre, mortadela, outra) ou peixe e a temperarmos com vinagrete ou maionese temos uma salada composta que proporciona uma excelente refeição leve.

Cá em casa fazem-se saladas durante todo o ano, com tudo e quanto mais coloridas melhor, gostamos de juntar beterraba, milho e até de substituir a alface por couve branca, chinesa ou roxa e utilizar molho de iogurte grego em substituição à maionese.

As saladas estão presentes em todas as nossas refeições, como entrada, acompanhamento ou prato principal, não vivemos sem elas!

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. uma salada composta que pode ser um substituto à sopa, um acompanhamento ou um prato principal

IMG_2296tbvwm

Ingredientes:

  • 300g de feijão vermelho (ou catarino) cozido
  • 100g de arroz cozido
  • 1 ovo cozido
  • Sal
  • Pimenta
  • Azeite
  • Vinagre
  • 100g de mortadela
  • 6 rabanetes
  • 1 cebola roxa pequena
  • Folhas de alface

 

Modo de Preparação:

Numa tigela junte o feijão, o arroz e o ovo picado e tempere com sal, pimenta, azeite e vinagre.

Num prato redondo disponha a toda a volta as folhas de alface, depois coloque o preparado anterior e decore com a mortadela cortada às tiras, rodelas de cebola e os rabanetes. Pode também colocar umas folhas de mangericão que dão um sabor muito agradável ao conjunto.

Está pronta a servir!

Dupla strip1

Dupla strip2

IMG_2290tbvwm

Testámos e gostámos…!

IMG_2290tbvwmstrip

Salada de Beterraba à Francesa

IMG_2793tbvwm

A beterraba viu o seu nome derivar do substantivo francês betterave. A beterraba tem um sabor doce que revela o seu elevado teor de açúcares.

A beterraba pode comer-se crua, ralada, em sopas ou em doces. No entanto a forma mais comum de ser utilizada é cozida e temperada. Ficamos assim com uma base pronta para as mais diversas saladas que é a forma como nós mais gostamos de a comer.

Respondendo a um desafio que nos foi lançado por uma seguidora do blog deixamos aqui uma das muitas versões de saladas que se podem fazer utilizando este ingrediente.

 

RECEITA

base logo destaque1

  1. o sabor agridoce
  2. a cor que proporciona às saladas

 

 

Ingredientes:

  • 3 beterrabas
  • 1 cebola roxa pequena
  • 1 ovo cozido
  • Alface frisada
  • Nozes q.b.
  • Vinagrete q.b.

IMG_2785tbvwm

Modo de Preparação:

Comece por lavar bem as beterrabas e ponha-as a cozer, (só as pode colocar na água quando esta está a ferver) vai demorar mais ou menos 40 minutos para beterrabas médias, confirme com um palito a cozedura. Na panela de pressão demora metade do tempo.

Quando estiverem cozidas escorra-as passe-as por água fria e aguarde alguns minutos até poder pegar nelas. Então retire-lhes a pele, para tal não precisa de as descascar como batatas, basta passar a faca sobre a beterraba que a pele começa imediatamente a soltar-se.

Pegue então nas beterrabas e corte-as, em cubos pequenos, aos quadrados ou aos palitos (esta última foi a solução que escolhemos utilizando para isso um utensílio muito prático para cortar – a apresentar na rubrica utensílios).

strip

Coloque a beterraba numa taça e junte-lhe a cebola cortada em meias luas fininhas e tempere com o vinagrete (previamente preparado). Envolva tudo muito bem, fica assim pronta a base de beterraba que pode usar em diversas situações. Conservada numa caixa bem fechada e no frigorífico dura aproximadamente 1 semana.

Numa travessa disponha as folhas de alface e coloque por cima a beterraba, termine pondo o ovo cozido picado grosseiramente, as nozes e um fio de vinagrete sobre a alface.

Nós utilizamos alface frisada, mas também fica muito bem com alface iceberg ou caso gostem com endívias. O tempero que escolhemos, e quanto a nós o ideal, foi o vinagrete porque deixa a beterraba muito saborosa, mas podem optar por temperar como se fosse uma salada normal.

IMG_2795tbvwm

base logo segredos1

  1. as beterrabas têm sempre que ser cozidas inteiras e com casca
  2. o vinagre é essencial e faz toda a diferença no tempero da beterraba

 IMG_2797tbvwm

Testámos e gostámos…!

IMG_2789tbvwmstrip