Quiche de Mexilhão

IMG_8500tbvwmE a “rota das quiches” continua…desta vez com uma Quiche de Mexilhão à qual é impossível ficar indiferente.

O aspecto é fantástico e o sabor fabuloso! Para todos os que gostam de mexilhões é uma verdadeira iguaria para comer acabada de sair do forno ou mesmo fria.

 

RECEITA

base logo destaque1

  1. a base de cebola caramelizada
  2. fácil de fazer
  3. económica
  4. uma boa opção para lanches, festas e piqueniques

IMG_8498tbvwmIngredientes:

  • 1 embalagem de massa quebrada (ou então uma receita da nossa Massa Quebrada)

Recheio

  • 300g de miolo de mexilhão
  • 4 ovos XL
  • 200ml de natas
  • 2 cebolas médias
  • 2 dentes de alho
  • 1 c. (chá) de farinha maizena
  • 2 c. (sopa) de leite
  • 1 c. (sobremesa) de açúcar
  • 1 c. (sopa) de vinho da madeira
  • 1 c. (sopa) de vinagre de modena
  • azeite q.b.
  • noz-moscada q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.
  • 10 pés de coentros

IMG_8503tbvwmModo de Preparação:

Massa

Primeiro que tudo faça a massa e coloque-a no frigorífico. Depois faça o recheio e quando este estiver pronto está na altura de forrar a forma para o colocar.

Se a massa for de compra comece por colocar uma circunferência de papel vegetal no fundo da forma (28 cm) e depois forre-a com a massa, aconchegando bem junto aos lados, com cuidado para que não se fure. Coloque a forma no frigorífico até ao momento de usar.

Recheio

Para começar ponha um tacho com água ao lume e logo que esteja esteja a ferver coloque os mexilhões e deixe-os cozer 6 a 7 minutos. Depois escorra-os bem e reserve.

De seguida bata os ovos numa tigela, adicione as natas e tempere com a noz-moscada, o sal e a pimenta. Dissolva a farinha maizena no leite e junte ao preparado, vai dar mais consistência ao recheio e ajudar a controlar a humidade dos ingredientes.

Numa frigideira coloque um fio de azeite, os alhos apenas esmagados ligeiramente e as cebolas cortadas em meias luas. Espere até que a cebola fique translucida e nessa altura junte o açúcar, o vinho da madeira, o vinagre de modena e uma pitada de sal. Deixe a cebola fritar até a humidade desaparecer e obter uma textura de compota. Reserve.

Preparar a Quiche

Tire a forma do frigorífico, comece por colocar primeiro a cebola, depois os mexilhões e de seguida deite a mistura dos ovos sobre todo o recheio que colocou.

Verifique se sobra muita massa acima do recheio (isso às vezes depende do tamanho da forma), se isso acontecer corte à volta deixando apenas uma margem de meio centímetro pois a quiche fica mais bonita.

Leve ao forno, pré-aquecido a 170ºC, durante 45 minutos. No final do tempo tire do forno e espere um pouco antes de desenformar para a massa não se partir.

Para terminar coloque num prato de servir e polvilhe com os coentros picados.

IMG_8508tbvwmTBVstrip

 

 

 

 

Anúncios

Quiche de Alho-francês com Cogumelos

IMG_8471tbvwmA quiche tornou-se popular em Inglaterra a seguir à Segunda Grande Guerra e nos nos Estados Unidos por volta de 1950.

Hoje em dia, podemos encontrar uma grande variedade de quiches.  Desde a quiche Lorraine , a original e mais antiga de todas as quiches,  até aquelas com alho-francês, cogumelos, espinafres, carnes diversas, peixes ou mariscos variados.

As quiches são sempre bem vindas e apreciadas para festas e piqueniques, como entrada ou como refeição leve.

A Quiche deAlho-francês com Cogumelos, é uma das muitas que fazemos cá em casa!

 

RECEITA

base logo destaque1

  1. fácil de fazer
  2. económico
  3. uma boa opção para festas e piqueniques

IMG_8473tbvwmIngredientes:

  • 1 embalagem de massa quebrada (ou então uma receita da nossa Massa Quebrada)

Recheio

  • 200ml de natas
  • 4 ovos XL
  • 1 alho-francês grande (320g)
  • 100g de bacon
  • 230g de cogumelos escorridos (1 lata de 400g)
  • 125g de queijo cheddar
  • 2 dentes de alho
  • 1 c. (chá) de farinha maizena
  • 2 c. (sopa) leite
  • azeite q.b.
  • noz-moscada q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta branca q.b.

IMG_8474tbvwmModo de Preparação:

Massa

Primeiro que tudo faça a massa e coloque-a no frigorífico. Depois faça o recheio e quando este estiver pronto está na altura de forrar a forma para o colocar.

Se a massa for de compra comece por colocar uma circunferência de papel vegetal no fundo da forma (28 cm) e depois forre-a com a massa, aconchegando bem junto aos lados, com cuidado para que não se fure. Coloque a forma no frigorífico até ao momento de usar.

Recheio

Corte o bacon em cubinhos pequenos e os cogumelos às rodelas, reserve.

Numa tigela, bata os ovos, misture-lhes as natas e tempere com noz-moscada, sal e pimenta. Dissolva a farinha maizena no leite e junte ao preparado, vai dar mais consistência ao recheio e ajudar a controlar a humidade dos ingredientes.

Numa frigideira coloque um fio de azeite e os alhos apenas esmagados ligeiramente e ponha os cogumelos até estes estarem sem humidade. Reserve.

Depois na mesma frigideira conservando os alhos coloque o alho-francês cortado em rodelas e deixe amolecer, sem fritar. Reserve.

Preparar a Quiche

Tire a forma do frigorífico, comece por colocar primeiro o bacon depois os cogumelos e finalmente o alho-francês. De seguida deite a mistura dos ovos sobre todo o recheio que colocou. Para terminar espalhe sobre toda a superfície o queijo cheddar ralado grosseiramente.stripVerifique se sobra muita massa acima do recheio (isso às vezes depende do tamanho da forma), se isso acontecer corte à volta deixando apenas uma margem de meio centímetro pois a quiche fica mais bonita.

Leve ao forno, pré-aquecido a 170ºC, durante 45 minutos. No final do tempo tire do forno e espere um pouco antes de desenformar para a massa não se partir.

Sirva acompanhada com uma salada verde!

IMG_8484tbvwmIMG_8486tbvwmTBVstrip

 

 

 

 

Molotof Rosa

 

IMG_9044tbvwm

Depois da nossa cruzada pelo Molotof (que já aqui contámos) ele tornou-se presença assídua cá de casa.

O Molotof é uma sobremesa simples e rápida de fazer. Depois é leve, suave, macio…enfim é daquelas sobremesas que não enchem e que não deixam muitas culpas,

– afinal é só claras! Claro que sim, se não lhe juntarmos o Doce de Ovos ou outros…

Molotof  Rosa é uma declinação do nosso Molotof especialmente pensado por nós para o Dia dos Namorados e adorámos o resultado!

A leve coloração rosa dá-lhe aquele toque de fantasia que o dia pede, o doce e as framboesas dão-lhe o charme que se quer e o sabor é fresco, ousado, diferente…

Feliz Dia dos Namorados.

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. a textura leve, suave, macia e fofa
  2. o sabor a framboesa
  3. a frescura

IMG_9057tbvwm

Ingredientes: 

  • 8 claras
  • 8 c. (sopa) de açúcar
  • 8 gotas de sumo de limão
  • groselha q.b.
  • doce de framboesa q.b.
  • 1 embalagem de framboesas (125g)
  • manteiga para untar a forma q.b.

IMG_9046tbvwm

Modo de Preparação: 

Comece por untar bem uma forma de buraco (aprox. 25 cm de diâmetro) com a manteiga.

Bata as claras em castelo até começarem a crescer e a ficarem brancas. Nessa altura, sem parar de bater, junte o limão.

De seguida, continuando sempre a bater, vá juntando o açúcar aos poucos até as claras estarem bem firmes. Isso vê-se quando ao levantar as varetas de bater se formam picos de clara na extremidade das mesmas (a isto chama-se ponto de merengue).

Para terminar, e sempre continuando a bater, junte às claras a groselha a gosto até obter uma coloração levemente rosada que pode ser mais clara ou mais escura dependendo da quantidade de groselha que quiser adicionar.

nota: não convém exagerar na quantidade groselha pois pode destabilizar as claras, coloque apenas o suficiente para dar uma coloração rosa

Pegue na forma e, com a ajuda de uma espátula, vá colocando dentro desta as claras aos poucos e alisando-as para ficarem bem acamadas de forma a não criarem bolsas de ar no interior, no final alise cuidadosamente a superfície.

Leve ao forno, pré-aquecido a 170ºC, durante 11,5 minutos. No fim do tempo retire do forno e deixe arrefecer na forma.

nota: não caia na tentação de mexer no forno até ao final do tempo, pode parecer que está a ficar escuro ou queimado e pensar em abrir o forno para ver, não o faça espere até ao final do tempo e depois desligue o forno.

Quando o Molotof estiver totalmente frio desenforme para um prato e coloque no frigorífico até ao momento de servir. Antes de levar para a mesa regue com o doce de framboesa e enfeite com as framboesas.

nota: o doce de framboesa é bastante espesso, por isso retire umas 3 ou 4 colheres de sobremesa bem cheias para uma tigela, junte um pouco de água (apenas o suficiente para tornar o doce mais fluído) e mexa muito bem para obter uma consistência mais fina.

Acompanhe o Molotof com uma molheira de doce, todos vão agradecer!

IMG_9065tbvwm

baselogosegredos1

  1. o limão é essencial para estabilizar as claras e lhes dar a densidade que necessitam para ficarem bem firmes.
  2. a forma deve ser de alumínio, pois aquece rapidamente e coze melhor o Molotof. Por outro lado também arrefece muito rápido evitando que o Molotof continue a cozer depois de sair do forno.
  3. o tempo de cozedura deve ser calculado em função do número de claras e contando 1,42 minutos por cada clara.

IMG_9062tbvwm

 

TBVstrip

Supremo de Frango em Pão Frito

IMG_4736tbvwm

Uma entrada fácil, feita com ingredientes comuns, do dia a dia que estão normalmente nos nossos frigoríficos e que são fáceis de encontrar.

O Supremo de Frango em Pão Frito tem um impacto visual fantástico e é óptimo para surpreender a todos numa ocasião especial ou apenas porque apetece fazer uma coisa diferente para alguém especial!

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. o crocante e o sabor do pão frito
  2. a textura cremosa do Supremo de Frango
  3. o aspecto fantástico

 

Ingredientes:  

Supremo de Frango

  • 750ml de água
  • 2 peitos de frango
  • 1 cebola
  • 1 cenoura
  • 1 talo de aipo
  • 120g de ervilhas
  • 3 c. (chá) de farinha maizena
  • 1 pacote de natas (200ml)
  • 1 cubo Knorr de galinha
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.

 

Pão Frito

  • 1 pão rústico fatiado
  • 1 dente de alho
  • azeite q.b.

 

  • rúcula, agrião ou alface q.b.
  • pimentos assados q.b. (veja a receita de Pimentos Assados no Fogão ou compre em frasco)
  • cebolinho q.b.

IMG_4746tbvwm

Modo de Preparação: 

 Supremo de Frango

Comece por cortar o aipo e as cenouras aos cubinhos. Depois coza o aipo, as cenouras e as ervilhas, em água temperada com sal durante aproximadamente 5 minutos.

No fim do tempo com uma escumadeira retire os vegetais da água e reserve.

De seguida na mesma água adicione o cubo de caldo Knorr e coza os peitos de frango. Depois de cozidos retire-os da água, escorra-os bem e desfie-os. Reserve.

 nota: não deite a água fora, ela ainda vai ser necessária

Num tacho faça um refogado com um fio de azeite e a cebola picada. Quando a cebola ficar translúcida junte o frango desfiado e vá mexendo sempre até o frango alourar.

Depois junte os vegetais e o caldo da cozedura do frango até cobrir o que está no tacho (a água deve fazer nível com os ingredientes).

Deixe levantar fervura, nessa altura junte a farinha maizena dissolvida com um pouco de água e continue a mexer até o creme começar a engrossar. Quando apresentar um aspecto homogéneo junte as natas (que devem estar à temperatura ambiente) e envolva tudo muito bem.

Rectifique o tempero acertando o sal e a pimenta a gosto. Mantenha em lume médio/baixo para deixar as natas engrossarem.

Quando verificar que a consistência está cremosa e firme desligue o lume. O Supremo de Frango está pronto para rechear o pão frito.

IMG_4738tbvwm

Pão Frito

Para começar utilize os Aros de Corte para fazer as rodelas de pão. Faça umas maiores e umas mais pequenas.

nota: no entanto no caso de não ter um aro de corte não tem qualquer problema, com a faca corte triângulos ou quadrados, ou os dois formatos se quiser e use no lugar das rodelas, o efeito apesar de ser diferente acaba por ser divertido.

Numa frigideira coloque um fio de azeite com o alho esmagado e deixe aquecer o azeite. Depois vá colocando as rodelas de pão para fritarem apenas até estarem alouradas.

Depois de fritas retire-as e coloque sobre papel absorvente até arrefecerem.

IMG_4748tbvwm

Preparar o Supremo de Frango em Pão Frito

Num prato coloque uma “cama” de verdes e sobre esta ponha uma rodela de pão frito. Disponha sobre o pão o Supremo de Frango e depois coloque uma rodela pequena por cima.

Ao lado coloque umas tiras de pimento e termine polvilhando com cebolinho.

IMG_4745tbvwm

Dica: 

Os Aros de Corte são um utensílio útil em diversas situações, vendem-se em supermercados, lojas de cake design ou lojas de artigos de cozinha.

IMG_2243tbvwm

TBVstrip

 

Lentilhas Verdes Guisadas

IMG_8389tbvwm

Já aqui falámos de Lentilhas várias vezes inclusive na Rubrica Nutrição. Elas estão muito presentes na nossa alimentação.

Desta vez fizemos Lentilhas Verdes Guisadas, são óptimas para acompanhar carnes de todo o tipo.

Experimentem, são muito fáceis de fazer e super saborosas!

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. muito fácil e rápido de fazer
  2. não precisa de panela de pressão

 

Ingredientes:

  • 500g  de lentilhas verdes
  • 3 tomates chucha (ou outros)
  • 4 dentes de alho grandes
  • 1 cubo de caldo de carne
  • água q.b.
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta preta q.b.

IMG_8392tbvwm

Modo de Preparação:

Lave as lentilhas e coloque-as numa panela, junte água até cobrir de forma a deixar 2 cm acima das lentilhas.

Adicione os tomates inteiros, os alhos inteiros, o cubo de caldo, um fio de azeite, sal e pimenta a gosto.

IMG_8369tbvwm

Tape a panela e ponha ao lume. Assim que levantar fervura reduza o lume para lume baixo e deixe cozinhar até a água desaparecer, isso é mais ou menos 30 minutos.

Depois verifique se já estão macias, se for necessário ficarem mais tempo e já não houver humidade no tacho junte mais um pouco de água para que não agarrem ao fundo.

Quando as lentilhas estiverem cozidas retire os tomates e os alhos para um prato, tire as peles a ambos, esmague-os com um garfo e depois junta essa polpa, gerada pelos tomates e os alhos, às lentilhas e envolva bem.

As lentilhas estão prontas a servir para acompanhar os mais variados pratos.

IMG_8393tbvwm

TBVstrip

 

 

 

 

Língua de Vaca Estufada

IMG_8373tbvwm

Estufada, de fricassé, panada, escondida, com ervilhas ou fria a Língua de Vaca é um prato especial! Gostamos dela de todas as formas.

Da infância recordamos a Língua de Vaca Estufada servida com uns belos palitos de batas fritas e que continua a ser para nós uma referência.

No entanto, hoje em dia não a dispensamos fria. Com ela  fazemos umas belas sandes que nos sabem pela vida!

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. a textura da carne
  2. a versatilidade

 

Ingredientes:

  • 1,250kg de língua
  • 1 lata tomate em pedaços (400g)
  • 200ml de água
  • 1 cubo de caldo de carne
  • 1 cebola média
  • 4 dentes de alho
  • 4 folhas de louro
  • azeite q.b.
  • sal  q.b.
  • pimenta  q.b.
  • piripiri q.b. (opcional)

IMG_8385tbvwm

Modo de Preparação:

Primeiro lave a língua e raspe com uma faca toda a superfície até esta estar bem branca e sem qualquer mancha.

Depois coloque a língua na panela de pressão e cubra com água, apenas até ao nível da língua e junte duas folhas de louro.

nota: não se põe mais nada, nem sal pois isso faria enrijar a língua

Tape a panela e coloque-a ao lume. Quando o indicador de pressão der sinal ponha o lume no mínimo e conte 40 minutos.

No final do tempo retire a língua da panela e deixe-a arrefecer ligeiramente para lhe poder mexer. Remova a pele branca que cobre a língua e que vai sair com muita facilidade.

Dupla strip

Depois, corte a língua em fatias com mais ou menos 1 cm de espessura e reserve.

Numa frigideira grande coloque um bom fio azeite a cobrir o fundo, a cebola picada finamente, os dentes de alho picados e as 2 folhas de louro. Deixe refogar até a cebola ficar translúcida e depois junte o tomate, aproximadamente 200 ml de água e o cubo de caldo de carne. Deixe cozinhar, para apurar os sabores, durante mais ou menos 10 minutos.

De seguida adicione as fatias de língua, rectifique o sal e junte a pimenta e o picante. Tape e deixe estufar lentamente. Tenha o cuidado de ir virando as fatias de língua para estas apanharem bem os sabores.

Quando a água desaparecer e ficar um molho grosso a língua está pronta para servir.

Acompanhe, preferencialmente, com batatas fritas ou puré no entanto as lentilhas verdes também são uma óptima opção.

IMG_8379tbvwm

TBVstrip

 

 

 

Bolo de Pêra e Erva-doce

IMG_8948tbvwm

Neste momento as Pêras estão por aí…sempre que vamos às compras tropeçamos nelas e não podemos deixar de pensar como são fantásticas umas Pêras em Vinho Tinto ou umas Pêras Belle Hélène.

Mas… e que tal um Bolo de Pêra e Erva-doce?!

Conseguem imaginar a massa fofinha do bolo, o leve sabor anisado da erva-doce e o interior cheio de cubinhos de pêra que se desfazem na boca??

Pois é! Uma visão irresistível, foi impossível não correr para a cozinha para fazer este  bolo simplesmente delicioso.

 

RECEITA

 

base logo destaque1

  1. a massa fofa
  2. a humidade das peras
  3. o toque da erva-doce e do rum

 

Ingredientes

  • 4 pêras grandes
  • 170g de farinha super-fina (Branca de Neve)
  • 150g de açúcar + 50g para bater as claras
  • 50g de manteiga sem sal
  • 5 ovos XL
  • 100ml de leite gordo
  • 2 c. (sopa) de rum
  • 1 c. (sobremesa) de erva-doce
  • 1 c. (chá) de fermento
  • 2 c. (café) de sumo de limão

 

  • manteiga q.b. para untar a forma
  • farinha q.b. para polvilhar a forma
  • erva-doce q.b. para polvilhar o bolo
  • açúcar branco q.b. para polvilhar o bolo

IMG_8950tbvwm

Modo de Preparação

Comece por preparar a forma (aprox. 25 cm), unte-a bem com manteiga e polvilhe com farinha. Depois descasque uma pêra e meia, corte-a aos gomos e disponha-os no fundo da forma à volta da mesma.

IMG_8944tbvwm

As restantes pêras corte-as aos cubos pequenos e reserve.

Separe os ovos, coloque as claras numa taça e reserve.

Numa tigela ponha as gemas adicione o açúcar e envolva delicadamente. Depois junte a manteiga amolecida, o leite, o rum e a erva doce. Misture todos os ingredientes sem bater muito.

De seguida adicione a farinha peneirada e o fermento e envolva bem para a mistura ficar homogénea. Junte a pêra que reservou e mexa apenas o suficiente para que fique distribuída pela massa.

Bata as claras em castelo até ficarem em nuvem, depois junte o sumo do limão e o açúcar, aos poucos, batendo sempre até obter umas claras bem firmes e brilhantes.

Coloque um pouco das claras em castelo no preparado anterior e incorpore bem sem bater.  Depois adicione todo o preparado às claras em castelo e envolva bem com as varas de arame, sem bater, fazendo movimentos de baixo para cima.

Deite a massa na forma que preparou e leve ao forno, pré-aquecido a 140ºC, durante 1 hora. Verifique a cozedura fazendo o teste do palito.

No final do tempo retire do forno e espere uns 5 minutos e de seguida desenforme para um prato de servir.

Polvilhe o bolo, ainda quente, com erva-doce e açúcar branco.

IMG_8956tbvwm

IMG_8952tbvwm

conselho: se quiser transformar este bolo numa sobremesa gourmet faça uma receita de Molho de Chocolate e sirva a acompanhar.

IMG_8977tbvwm

TBVstrip